Top
DESCONTOS DE VIAGEM

Veneza: dicas de viagem atualizadas e completas

Veneza dicas de viagem

Encontre neste post as mais atualizadas e completas dicas de viagem de Veneza e planeje uma viagem sem erros para este destino maravilhoso!

Veneza é uma das cidades mais lindas do mundo e um destino clássico nos roteiros de viagem na Europa. E não poderia ser diferente, já que a cidade impressiona com sua abundância cultural e histórica e encanta com um charme e romantismo sem igual.

Apelidada de “a cidade dos canais”, Veneza tem lugar de destaque no turismo mundial e recebe milhões de viajantes todos os anos que chegam para explorar as ruelas charmosas, visitar os museus e monumentos, fazer um passeio romântico de gôndola e aproveitar o melhor da gastronomia Italiana.

A maioria destes viajantes se encanta perdidamente por Veneza, inclusive esta blogueira que vos escreve. É que Veneza tem uma atmosfera mítica e envolvente que se revela àqueles que a exploram com tempo de qualidade e curiosidade, prestando atenção nos seus detalhes e indo além da rota turística comum.

E apesar de existirem opiniões controversas, considero que Veneza é um destino imperdível para quem visita a Itália e que mesmo sendo cliché, deve entrar no seu roteiro de viagem – até porque, é somente visitando-a que você poderá tirar as suas próprias conclusões. Concorda?

Eu já voltei para Veneza 3 vezes com o objetivo de explorar com os seus cantinhos mais charmosos e dividir com vocês todas dicas que precisam para se apaixonar por Veneza tanto quanto eu.

E neste sentido, preparei este post guia repleto das melhores e mais atualizadas dicas de viagem e de economia de Veneza e com uma lista imperdível do que fazer na cidade, com atrações populares e fora do óbvio.

Animado? Eu com certeza estou e quero saber da sua opinião ao final do post!

ANTES DE SEGUIR: Confira todos os posts já publicados no blog sobre Veneza, inclusive roteiros completos

 

INTRODUÇÃO

À VENEZA

Veneza está situada no Nordeste da Itália e representa a capital da região administrativa de Venêto.

A cidade que foi construída sobre as águas é na verdade um conjunto de ilhas separadas por canais e banhadas pelo Mar Adriático e interligada por 400 pontes.

E a sua estrutura geografia única é justamente o que atorna uma cidade tão peculiar e surpreendente.

E que atrai viajantes curiosos de todo o mundo, afinal de contas, a relação simbiótica da cidade com as águas formam um conjunto urbano incrível e incomparável com qualquer outro destino no mundo!

As águas do Adriático não somente circundam Veneza, como também representam parte essencial da existência da cidade. E é muito interessante observar essa relação, que na maior parte do tempo é harmoniosa, mas tem momentos conflituosos como com o fenômeno chamado “Acqua Alta”, quando as marés sobem e alagam a cidade.

E é entre belezas e contrastes naturais que Veneza se destaca e faz jus ao título de Patrimônio da Humanidade pela UNESCO que dispõe. E isso tudo vem somado à uma riqueza cultural impressionante e à uma história conturbada e intensa que pode ser descoberta por lá.

E por falar em história, a cidade de Veneza floresceu como um dos portos mais importantes da Europa e por alguns anos teve monopólio do comércio com o Oriente.

Veneza dicas de viagem
Dicas de viagem de Veneza

Com o Império Bizantino como aliado e domínio de rotas comerciais, Veneza figurou como uma das mais mais importantes regiões da Europa e teve um desenvolvimento extraordinário neste período, em termos artísticos e culturais.

Mais especificamente, Veneza constitui uma república poderosa e idependente em época prévia à consolidação do estado da Itália. Foi governada por doges que mantinham uma boa relação com aIgreja e com outras regiões próximas como a Constantinopla.

E com o advento das Cruzadas da Idade Média, a subsequente queda de Constantinopla e a descoberta de vias marítimas para o Oriente e Ocidente, Veneza perdeu a maior parte de seus aliados e sua força comercial e política e acabou sendo conquistada por Napoleão no ano de 1797.

Com a conquista de Napoleão, Veneza tornou-se parte do Império Austro Húngaro por alguns anos, mas posteriormente foi integrada pela Itália, a qual havia se tornado um Estado consolidado em 1866.

O seu passado intenso fez com que Veneza acumulasse traços culturais e arquitetônicos de várias épocas e origens diferentes e se tornasse uma verdadeira colcha de retalhos com características dos tempos gloriosos do Renascentismo Europeu e traços de culturas parceiras durante o seu período de apogeu, sendo a Bizantina um exemplo disso.

E é essa diversidade que torna Veneza tão especial e marcante. E nos tópicos seguintes você vai encontrar as dicas práticas de como melhor aproveitar uma viagem para lá.

ONDE FICAR EM VENEZA? Confira as nossas sugestões de hotéis bons e baratos em Veneza

 

DICAS DE VIAGEM

DE VENEZA

Dicas de viagem Veneza

 

DOCUMENTOS, SEGURO VIAGEM E VACINAS

 

Brasileiros não precisam de vacinas ou visto para entrar na Europa e para permanecer no bloco por até 90 dias. E sendo assim, você só precisa de um passaporte válido e condições de demonstrar capacidade financeira para fazer uma viagem para a Itália.

Mas, é importante destacar que embora o visto não seja obrigatório, contratar um seguro viagem é e que a apólice deve ter cobertura mínima de 30 mil para cobrir despesas relacionadas à problemas de saúde e acidentes durante a viagem. 

Faça aqui a cotação com as melhores seguradoras do mercado e garanta desconto de 5% com o código “OMUNDOEPEQUENO5” e o seu seguro necessário para visitar Veneza.

 

MELHORES MESES PARA VIAJAR PARA VENEZA

 

Quando viajar para Veneza

Apesar de poder ser visitada durante o ano todo, a melhor época para ir para Veneza é na primavera e começo do verão Europeu, entre os meses de Março e meados de Junho. Também no final do verão e início do Outono, entre os meses de Setembro e Outubro.

Essas são as famosas estações intermediárias, na qual os preços e o fluxo de turistas diminuem um pouco e dão um clima mais tranquilo à Veneza. Isso sem falar nas temperaturas super agradáveis durante esses meses, com médias de 18 a 25 graus!

Mas, como nem tudo é perfeito, o lado negativo das estações intermediárias de Primavera e Outono é a maior probabilidade de acontecer o fenômeno chamado acqua alta, que faz a maré subir e a água inundar parcialmente a cidade.

Mas não se assuste, pois apesar de as probabilidades de enchentes serem maiores durante a Primavera e Outono, não significa que a acqua alta vá acontecer durante a sua estadia.

Mas se acontecer também não tem grandes problemas, pois Veneza está acostumada com esse fenômeno e organiza passarelas suspensas para facilitar a locomoção de turistas e locais pela cidade.

E dá pra fazer praticamente tudo, então não é uma grande perda. Vá com a mente aberta e se acontecer aproveite, pois esta é realmente uma situação exótica e inigualável!

No inverno faz frio, mas raramente neva, e a vantagem de visitar Veneza nesta época é poder combinar a viagem com as Dolomitas, uma região maravilhosa e que fica bem pertinho de Veneza, ou até mesmo a Eslovênia, um país lindo e vizinho da Itália!

Os meses de pico do verão europeu (Julho e Agosto) devem ser evitados, já que temperaturas são muito altas e a quantidade de turistas enorme. E quando digo alta, falo de 40 graus para cima, capaz até de fazer essa baiana aqui pirar!

Sugiro que também que evite os feriados clássicos como Páscoa, ano novo e e férias escolares de Agosto, pois é comum que a cidade fique com lotação máxima nestas épocas e os preços subam bastante!

 

QUANTOS DIAS FICAR EM VENEZA

 

Veneza é uma cidade fascinante e que se mostra ainda mais especial para aqueles que a exploram com calma e curiosidade e se permitem ir além das atrações e regiões turísticas mais populares.

E se este for o seu objetivo, recomendo que separe pelo menos três dias inteiros no seu roteiro ou até mesmo quatro dias se tiver interesse em visitar museus fora da rota tradicional.

É claro que tudo depende do seu roteiro e planos de viagem e por isso é bom destacar que é possível fazer um roteiro incrível com apenas dois dias inteiros , focando nos passeios mais tradicionais e sem passar muito tempo em museus e monumentos.

E neste link você encontra uma sugestão super completa de roteiro de 2 dias para tirar o melhor proveito de Veneza com tempo reduzido. Está imperdível!

Agora, com menos tempo que isso, considero que não vale a pena ir para fazer tudo apressado e sem tempo para “sintonizar” na atmosfera da cidade. Vai por mim, é melhor deixar Veneza para outra oportunidade do que voltar com uma perspectiva negativa da cidade!

VIAJE CONECTADO: Confira AQUI os melhores pacotes de internet e ligações para viagens internacionais e compre com 10% de desconto usando o nosso código.

 

COMO COMBINAR COM OUTROS DESTINOS

 

Quantos dias ficar em Veneza

A localização de Veneza permite que uma visita à cidade seja combinada com outros destinos incríveis, seja na Itália ou em países vizinhos.

Na Itália, inúmeras são as combinações possíveis, mas claro que algumas são mais tradicionais. Exemplo de roteiros populares são:

Veneza + Florença + Toscana + Roma

Veneza + Lago Garda e ou Lago Como + Milão

Veneza + Dolomitas (viagem surreal!!)

Veneza + Milão + Cinque Terre

Veneza + Sardenha (voando para a ilha)

LEIA TAMBÉM: Todas as dicas sobre os destinos mencionados acima clicando aqui

Também é possível incluir Veneza em um roteiro de viagem por outros países próximos (e também alguns mais distantes, já que o aeroporto Marco Polo funciona como uma hub de voos com destino ao Leste Europeu).

Algumas combinações incríveis com Veneza e que podem ser feitas por terra são:

Veneza + Dolomitas + Áustria

Veneza + Lago Como + Suíça

Veneza + Eslovênia (somente 2,5 horas entre os destinos)

Veneza + Croácia

Uma boa dica é ficar de olho nos voos baratos entre Veneza e Grécia, Albânia, Croácia e Malta 🙂 Empresas como Volotea, Ryanair, Alitalia e Easyjet fazem várias rotas nessa região!

E se quiser mais inspirações de destinos de viagem na Europa, consulte o índice do blog clicando aqui!

 

COMO CHEGAR

EM VENEZA

Como chegar em Veneza

Veneza conta com uma ampla rede de conexão com outros países do mundo e da Europa, seja através de voos, trens, barcos ou rodovias. E a seguir vou te contar quais são as melhores opções para que você possa planejar a sua viagem de forma eficiente.

Para começar, ressalto que embora não haja voos diretos entre o Brasil e Veneza, é possível chegar lá de forma simples e rápida fazendo uma conexão rápida em uma das grandes hubs Européias no caminho.

As conexões mais comuns para chegar em Veneza saindo do Brasil são na Portugal, Espanha, Suíça, Alemanha ou outra cidade na Itália e você pode conferir as opções de rotas com a Skyscanner clicando aqui. Opções não faltam!

E saindo de outras cidades da Europa com destino a Veneza é possível encontrar diversas opções de voos com precinhos camaradas, especialmente com as companhias low cost Volotea, Ryanair e Easyjet. E se pretender chegar de avião, vai encontrar dicas preciosas a seguir:

 

CHEGANDO EM VENEZA DE AVIÃO

 

Como chegar em Veneza

Veneza é servida por dois aeroportos, o Marco Polo e o Treviso, sendo o primeiro o principal e o que recebe a maior quantidade de voos.

Sendo assim, já te digo que a melhor opção é chegar no aeroporto Marco Polo, tendo em vista que ele está bem conectado a Veneza através de ônibus, barco coletivo ou taxi aquático e que fica bem mais próximo da cidade do que o Treviso.

Para sair do Marco Polo, você terá algumas opções, sendo o ônibus da ATVO (que liga o aeroporto Marco Polo a Veneza ou Mestre) a mais rápida delas. Os ônibus saem da frente do aeroporto a cada 30 minutos e o preço da passagem custa 8 Euros só ida e 15 Euros ida e volta. Você pode clicar aqui para conferir os preços atualizados e horários.

Atenção para o fato de que este ônibus te levará à Piazalle Roma e que de lá você pode caminhar até a sua acomodação ou pegar um vaporetto que são barcos coletivos que fazem o transporte em Veneza até o seu destino final. O bilhete conjugado do ATVO + Vaporetto custa 14 euros ida e pode ser adquirido no aeroporto, quando você chegar ou reservado com antecedência aqui.

Na maioria dos casos, o ônibus ATVO + vaporetto é a opção mais rápida para chegar em Veneza, mas pode ser um pouco inconveniente caso tenha malas pesadas e de rodinhas para carregar, pois vai ter que fazer a troca para o vaporetto e para isso caminhar por alguns minutos inclusive subir degraus até chegar no ponto do barco.

Se não quiser fazer a troca de transportes, pode pegar o barco da Alilaguna que faz o trajeto entre o centro de Veneza (sai da estação San Marco e de outras) até o aeroporto com várias paradas no caminho.

Este serviço é chamado de waterbus e tem quatro rotas pré-determinadas, as quais podem ser consultada aqui. É uma opção super conveniente se o seu hotel for perto de uma das paradas, mas um pouco demorada com duração média de 1 hora e 30.

Eu já utilizei os dois meios de transporte e acho que a decisão entre o melhor depende da quantidade de malas que tem para carregar e do tempo disponível para fazer o trajeto até o aeroporto.

E se tiver com um orçamento mais folgado, pode utilizar os serviços dos táxis privados que te levam direto ao centro de Veneza em 30 minutos por uma tarifa média de 100 a 120 euros e que pode ser dividida em até 4 passageiros.

Outra opção é utilizar os serviços de táxi aquáticos compartilhados com até 8 passageiros que leva cerca de 40 minutos para chegar em Veneza fazendo algumas paradas no caminho. Neste caso, é melhor fazer fazer a reserva com antecedência para garantir o seu lugar!

E não se esqueça de pedir instruções de chegada ao seu hotel desde o aeroporto, a estação de trem, ponto de ônibus da Piazzale Roma ou pontos de vaporetto, pois Veneza não é das cidades mais intuitivas pra se caminhar, especialmente nas primeiras horas de viagem!

O Treviso é o aeroporto secundário de Veneza e está localizado a cerca de uma hora da cidade. É o aeroporto mais utilizado por companhias low cost como Easy Jet e Ryanair e por isso vale a pena ponderar se as tarifas mais baratas oferecidas por ela realmente compensam o desgaste do deslocamento mais longo.

Chegando em Treviso, a melhor opção é pegar o ônibus da ATVO que liga o aeroporto a Mestre, Veneza e outros destinos e custa 12 Euros o percurso e 22 Euros ida e volta. Você pode clicar aqui para conferir os preços atualizados e horários.

 

CHEGANDO EM VENEZA DE TREM

 

Chegar de trem em Veneza

Saindo de outras cidades na Itália, o trem é a melhor forma de chegar em Veneza, pois este desembarca os passageiros na estação Santa Lucia no centro da cidade e de lá se pode caminhar caminhar até o hotel ou pegar um vaporetto.

Confesso que sou fã dos trens na Itália, pois estes oferecem rotas super rápidas e assentos confortáveis. As passagens custam entre 9 a 59 euros clicando aqui você pode conferir os valores e horários dos trens chegando e saindo de Veneza.

Mas, se por outro lado estiver saindo de outros países na Europa, a melhor opção é voar para Veneza e evitar viagens de trem ou ônibus, as quais são demoradas demais para valer a pena. E essa regra vale para todos os países do continente, com exceção da Eslovênia, Croácia e Suíça que estão bem próximas de Veneza!

 

CHEGANDO EM VENEZA DE CARRO

 

Carros não circulam pelas ruelas centrais de Veneza e por isso você teria que estacionar o veículo em um dos estacionamentos mais afastados do centro durante a sua estadia na cidade e fazer os passeios a pé.

Se por algum motivo isto fizer sentido para você, saiba que há estacionamentos na Piazzale Roma, a Garage San Marco, que custa cerca de a 15 € por dia ou Garaje Autorimessa Comunale.

Contudo, a minha sugestão é que se tiver interesse em explorar regiões vizinhas de Veneza como o Lago Garda e as Dolomitas, alugue o carro no aeroporto Marco Polo e devolva antes de seguir viagem para Veneza, já que um veículo não teria qualquer serventia à sua estadia na cidade das águas.

ALUGUE O SEU CARRO: Faça a cotação com as melhores locadoras de veículos para viagem e garanta a assistência em português em caso de emergência.

 

COMO SE LOCOMOVER

EM VENEZA

Transporte em Veneza

Veneza é uma cidade circundada e permeada por água, e não é de se espantar que os transportes aquáticos sejam considerados a forma mais efetiva e rápida de se locomover por lá.

Até porque, carros, motos ou bicicletas não podem circular no centro de Veneza, restando como opções viáveis somente a caminhada e os barcos!

Como alternativas de transportes aquáticos há os vaporettos que são ônibus-barcos, o táxi aquático e as gôndolas (sendo essa última mais utilizadas para passeios turísticos e não para locomoção em si). E neste post aqui você encontra todos os detalhes sobre elas!

Dentre elas, a mais comum são os vaporettos, os que transportam turistas e locais entre ilhas que compõem a comuna de Veneza como Lido, Burano, Murano e Torcello e fazem paradas estratégicas no Grande Canal e em outros pontos da cidade.

Para entender melhor a estrutura de Veneza, confira o mapa ao lado e observe que o Grande Canal é esta faixa de água em formato se “S” que divide Veneza ao meio.

E tenha em mente que este canal será o seu principal norte em Veneza, já que as principais atrações da cidade estão ao seu redor e por lá estão as pontes mais significativas da cidade e linhas de vaporetto mais convenientes.

E por falar nas linhas de Vaporettos, as de números 1, 2 e 6 são as mais importantes e percorrem toda a extensão do Grande Canal. Mas, há várias outras disponíveis e você pode checar os itinerários clicando aqui.

Além dos vaporettos, a melhor forma de explorar Veneza é caminhando e considero que ao utilizar estes dois métodos de transporte em Veneza é possível se ter perspectivas diferentes e complementares de Veneza.

Eu diria que os vaporettos devem ser usados para distâncias mais longas ou se estiver muito cansado e que para todas as outras circunstâncias, caminhar é a melhor pedida, pois é desta forma que se descobre e se encanta por Veneza.

E se quiser uma dica imperdível, reserve algumas horas para caminhar pela cidade sem rumo certo ou mapa na mão e posso te garantir que se perder no labirinto Veneziano e observar os detalhes de cada esquina será uma das melhores experiências da viagem 🙂

E confira aqui o post completo sobre transportes em Veneza, com dicas de economia para sua viagem!

 

O QUE FAZER

EM VENEZA

O que fazer em Veneza

Se tivesse que descrever Veneza em poucas palavras, diria que ela é um grande labirinto entrecortado por canais, pontes charmosas e atrações incríveis, e no qual você vai amar se perder!

Tudo em Veneza é lindo e peculiar, os seus canais, as suas pontes antigas, as suas gôndolas, as janelas floridas, as ruelas, lojas e cafés e até mesmo os vaporettos que circulam no Grande Canal. Veneza é realmente especial 🧡

Já publicamos um post COMPLETÍSSIMO com as dicas do que fazer em Veneza e clicando aqui você pode conferir-lo!

Por falar em roteiro, já falamos que 3 dias são ideais para fazer os melhores passeios que a cidade tem para oferecer e neste post aqui explicamos com detalhes a programação de cada um dos dias.

Também pode encontrar uma sugestão de roteiro completo de 2 dias clicando aqui, com mapa interativo e todo mastigado!

A cidade surpreende também com monumentos e museus imponentes e cheios de história, os quais não podem ficar de fora do seu roteiro por lá.

E de forma resumida aqui podemos citar as atrações turísticas mais populares, como a Praça e a Basílica de San Marcos, a Piazza de San Marcos, a Ponte Rialto e Academia, Torre Campanário e de San Giorgio di Maggiore, a Torre dell’Orologio, a Ponte dos Suspiros e a Basílica di Santa Maria della Salute.

Dicas de viagem de Veneza

Como experiências imperdíveis, destacamos o passeio de gôndola nos canais de Veneza, o mercado de Rialto, uma visita à Livraria Acqua Alta e também ao Gueto Judeu em Cannaregio, comprar máscaras típicas veneziadas, fazer um passeio de bate-volta até as ilhas Murano e Burano e se deliciar com gelattos italianos.

Neste post aqui você vai encontrar a lista completa cheia de informações uteis e atualizadas sobre as melhores atrações de Veneza!

 

ONDE FICAR

EM VENEZA

Onde ficar em Veneza

A escolha de hospedagem em Veneza é uma das decisões mais importantes do planejamento de viagem, pois ela vai impactar na forma como você explora a cidade e se sente acolhido por ela.

E já te adianto que não é tarefa fácil decidir tamanha a diversidade de regiões, níveis de conforto e facilidades.

Mas estou aqui para te ajudar e neste post aqui já compartilhei as dicas mais importantes para escolher o seu hotel em Veneza com dicas de hotéis bons e baratos na cidade!

E agora vamos falar sobre a escolha da área de hospedagem.

 

NO CENTRO DE VENEZA

 

Veneza é dividida em 6 bairros principais: San Marco, Cannaregio, Dorsodouro, Castello, San Polo e Santa Croce.

Cada uma delas tem suas peculiaridades, mas San Marco, Dorsodouro e Cannaregio se destacam pela proximidade com as atrações e pela quantidade de bares, restaurantes e lojas por perto.

Neste post aqui falamos em detalhes sobre elas, mas vou deixar aqui algumas recomendações de hospedagens com ótimo custo benefício em Veneza. Mas você pode consultar todas as outras opções do Booking.com clicando aqui.

 

 

Na minha última viagem para Veneza, fiquei neste apartamento Airbnb incrível, do lado da Praça de São Marcos e recomendo muitíssimo esta opção. Decoração típica e charmosa e facilidades modernas e confortáveis!

DESCONTO: R$ 190 de desconto no Airbnb de presente para você. Garanta já o seu aqui, é totalmente grátis!

 

EM MESTRE, NA PARTE CONTINENTAL DE VENEZA

 

Uma opção econômica é se hospedar em Mestre, na parte continental de Veneza e fazer a viagem até a parte insular todos os dias. O trajeto é super rápido com duração de menos de 12 minutos e pode ser feito com trens ou ônibus locais por uma tarifa de 1,5 Euros.

Eu já me hospedei em Mestre e achei uma boa opção para falar a verdade, embora o deslocamento e os horários sejam uma preocupação a mais.

Neste post aqui já falei sobre a experiência e você pode conferir se tiver interesse em ficar em Mestre.

É, sem dúvidas a melhor opção para quem viaja com o orçamento mais enxuto e a seguir você vai encontrar as melhores opções de hospedagem por lá.

 

 

Na minha última viagem para Veneza, passei uma noite em Mestre antes de seguir para o aeroporto e AMEI o hostel que me hospedei, o Anda Venice.

Ele fica do lado da estação de trem que leva até Veneza e é super moderninho e bem decorado. Ficamos num quarto amplo privado com banheiro incluso e pagamos menos de 50 Euros por noite, uma verdadeira bagatela!

RESERVE COM TARIFAS ESPECIAIS: Reserve o Andas com o Booking.com e garanta as melhores tarifas e cancelamento gratuito!

 

O QUE E ONDE

COMER EM VENEZA

Onde comer em Veneza

Impossível falar na Itália sem ressaltar a sua culinária deliciosa e os seus vinhos tradicionalíssimos. Também diria que é impossível viajar para lá e não se deliciar com as refeições incríveis que fará.

Mas, é claro que sabemos que existem restaurantes ok e restaurante bons. E é sobre os bons ou incríveis que falaremos a seguir, com dicas testadas e aprovadas por nós.

El Magazen, Antica osteria ai tre leoni, Bacaro Quebrado, o La Lanterna Da Gas

Opções econômicas são: Al Gobbo di Rialto, Pasta & Pasta – Fresh Pasta To Go, o La Tecia Vegana e o El Refolo

Iguarias que você não pode deixar de provar são os “cicchetti”, tipo canapés italianos, experimentar vinhos italianos sendo que os da casa são sempre mais baratos e também pedir um spritz, cujas versões tradicionais são o Aperol e Campari.

 

COMO ECONOMIZAR

EM VENEZA

Como economizar em Veneza

Não há como negar que Veneza é uma cidade cara para visitar, principalmente em tempos de dólar e euro nas alturas.

Mas, assim como qualquer lugar do mundo, é possível fazer escolhas inteligentes e econômicas e assim economizar por lá.

E a seguir vamos falar de forma resumida sobre elas, mas clicando aqui você pode acessar o post super completo sobre como economizar em Veneza 🙂 Fica a dica!

 

PLANEJE COM ANTECEDÊNCIA E EVITE PERÍODOS DE PICO

 

A maioria dos hotéis oferece desconto para os que reservam quartos com antecedência de pelo menos três meses de viagem. E esta é uma excelente forma de garantir boas tarifas em hotéis bacanas, até porque eles são os que esgotam mais rápido e perto da data da viagem certamente já não estarão disponíveis.

Além disso, evite o pico do verão especialmente o mês de Agosto e feriados, pois nestas épocas a cidade fica mais cheia e as opções de hospedagem inflacionam as tarifas diárias.

ROTEIRO PERSONALIZADO: Encomende o seu roteiro personalizado conosco e viaje com um planejamento exclusivo e autêntico!

 

HOSPEDAGEM

 

Dicas de viagem Veneza

A hospedagem talvez seja o maior dos custos de viagem em Veneza. E o pior é que além de caros, a maioria dos hotéis econômicos no centro Veneza não são muito confortáveis.

Neste post aqui compartilhamos dicas de hotéis bons e baratos em Veneza na faixa de 70 Euros por casal para facilitar a sua busca, mas a depender da estação ou da disponibilidade dos quartos, fica difícil encontrar tarifas neste valor.

E por isso, uma opção tradicional para contenção de custos em Veneza é se hospedar em Mestre em hotéis super bacanas como o Anda Venice que fica do lado da estação e tem diárias de quarto privado com banheiro por menos de 50 euros!

Neste post aqui falamos sobre absolutamente tudo a respeito da hospedagem em Mestre e também indicamos outros hotéis legais e na mesma faixa de preço. Vale a pena conferir se se interessou por essa opção.

Mas, antes de reservar hotéis em Veneza ou Mestre talvez valha a pena dar uma olhada nos apartamentos do Airbnb, pois há muitas opções legais de apartamento para alugare com preço razoável no centro. E ainda por cima, dá para cozinhar e economizar uma graninha!

DESCONTO: R$ 190 de desconto no Airbnb de presente para você. Garanta já o seu aqui, é totalmente grátis!

 

TRANSPORTE

 

Os passes de vaporetto em Veneza são bem carinhos e sendo assim, a melhor forma de economizar na sua viagem para lá é caminhando bastante e comprando o passe para apenas um dia da sua estadia.

 

ALIMENTAÇÃO

As refeições em Veneza não são baratas, mas ao seguir as dicas a seguir mencionadas, você pode encontrar as melhores opções custo benefício para sua estadia por lá.

Em primeiro lugar, evite os cafés e restaurantes nos arredores da Piazza di San Marco, pois esta é a região mais turística e cara da cidade. E em segundo, certifique-se dos valores dos pratos do menu antes de sentar, para evitar desentendimentos e furadas como cobranças de taxas extras.

Pergunte claramente sobre a cobrança de taxas de serviço antes de sentar para evitar roubadas. Mas, saiba que a maioria cobra o valor de copperto que inclui serviço e pãezinhos de entrada por cerca de 2 a 4 euros por pessoa.

Lembre-se que a maioria dos restaurantes de Veneza oferecem um menu do dia no almoço e que os valores para estes combos composto de entrada, prato principal e – algumas vezes- sobremesa gira em torno de 15 a 40 euros por pessoa.

Se estes valores forem muito altos para você, saiba que é possível encontrar sanduíches, kebabs, fatias de pizza no valor de 2 a 5 Euros. São muitas as opções e estão espalhadas por toda Veneza e boas dicas são Pasta & Pasta – Fresh Pasta To Go, o La Tecia Vegana e o El Refolo.

 

ATRAÇÕES GRATUITAS

 

Dicas de viagem de Veneza

Veneza oferece diversas atrações incríveis e completamente gratuitas, como por exemplo visitar a Basilica di San Marco, caminhar pela a famosa Piazza di San Marco, pela Ponte Rialto e tantas outras atrações lindas!

Neste post você vai descobrir quais são as melhores atrações gratuitas de Veneza e não menospreze o valor de uma caminhada sem rumo por lá, a qual não custa um centavo e vai te deixar completamente encantado pela cidade!

Viu como é fácil? Com essas dicas práticas você pode visitar Veneza sem gastar uma fortuna.

 

NÃO SE VÁ! Confira também os outros posts sobre Veneza

Arquivado em: Itália, Veneza
 

Agradecemos muito se organizar a sua viagem com links abaixo (com descontos!), pois vai incentivar o blog com uma pequena comissão sem pagar nada a mais por isso. Obrigada desde já!

ㅤHOTEL: Reserve com tarifas diferenciadas com a Booking.com

ㅤAIRBNB: Cadastre-se e ganhe R$ 190 de bônus no Airbnbpara usar na primeira reserva - é totalmente grátis!

ㅤSEGURO VIAGEM: Pesquise com a Real Seguros e também com a Seguros Promo (5% com o código "OMUNDOEPEQUENO5"!)

ㅤINGRESSOS: Evite filas com ingressosda Get Your Guide ou com a Ticketbar

ㅤALUGUEL DE CARRO: Cote com a Rental Cars e também com a Rent Cars e conte com assistência em português

ㅤINTERNET: Chip internacional com a Viaje Conectado (15% de desconto com o código "omundoepequenoparamim") e também com a Easysim4u

ㅤPASSAGEM AÉREA: Passagens aérea com tarifas imperdíveis com a Passagens Promo

 

LEIA TAMBÉM...

Lara Nogueira

Sobre Lara Nogueira

No blog, Lara une a sua paixão por viajar com a de escrever. Seus relatos têm o objetivo de fazer os leitores viajarem (antes mesmo de sair de casa) através de um estilo único de narração que invoca os sentimentos e sentidos, combinada com dicas úteis e imagens dos destinos que visita.

Sua curiosidade e fascinação pelo novo fazem com que esteja sempre em busca de experiências únicas. Não é a toa que deixou a calorosa Bahia para chamar Estocolmo na Suécia de lar!

Comentários

  1. AvatarCaribbean diz

    Great website you have here but I was curious about if
    you knew of any message boards that covr the same topics discussed here?
    I’d really like to be a part of group where I can gget feedback ftom other knowledgeable individuals that share the
    same interest. If you have any recommendations, please let mme
    know. Bless you!

    • Lara e JulianaLara e Juliana diz

      Olá Lidiane, tudo bem?

      Infelizmente não é possível fazer o trajeto entre mestre e o aeroporto de trem. Confira quais são as opções:

      De avião:

      Veneza é servida por dois aeroportos, Marco Polo e o Treviso.

      Marco Polo é o principal,e está conectado a Veneza por ônibus, barco e taxi aquático.

      Os ônibus da ATVO liga o aeroporto Marco Polo a Veneza, Mestre e outros destinos e custa 8 Euros o percurso e 13 Euros ida e volta. Você pode clicar aqui para conferir os preços atualizados e horários.

      Treviso é o aeroporto secundário, está localizado a uma hora de Veneza e é utilizado principalmente pelas companhias low cost como Easy Jet e Ryanair.

      O ônibus da ATVO liga o aeroporto a Mestre, Veneza e outros destinos e custa 11,50 Euros o percurso e 21 Euros ida e volta. Você pode clicar aqui para conferir os preços atualizados e horários.

      Você também pode pegar o ônibus local nº 6 até a estação ferroviária, e a partir daí pegar um trem para Veneza. Essa, contudo, não é a opção mais prática.

      • AvatarLeidiane Marinho diz

        obrigada Lara e Juliana!! estava com essa dúvida, de ônibus me parece a melhor opção mesmo! continuarei esmiuçando seu blog anotando todas as dicas de Veneza! parabéns pelo blog, os posts são muito úteis!! abs.

        • Lara e JulianaLara e Juliana diz

          Estamos à disposição para o que precisar, Leidiane.

          Utilizamos o ônibus para fazer o trajeto entre o hotel e o aeroporto e foi super tranquilo.

          Muito obrigada pelo feedback, a sua opinião é super importante para nós.

          Se tiver qualquer dúvida é só deixar um comentário.

          Abs,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SUPER


descontos

Reserve a sua viagem utilizando os nossos descontos exclusivos!
EU QUERO!