Top
DESCONTOS DE VIAGEM

Dicas de viagem de Lisboa

Dicas de viagem de Lisboa

Lisboa é uma cidade de muita personalidade, simpatia e história, e que ocupa um lugar de destaque na bucketlist da maioria dos viajantes que visitam a Europa.

Ela, que que sempre foi objeto de desejo de muitos viajantes Brasileiros, ganhou grande notoriedade internacional nos últimos anos por sua vibe criativa, despojada e romântica, e atualmente figura no topo da lista de destino mais visitados no Velho Continente.

Visitar Lisboa, assim como o Porto, Vale do Douro, Algarve e outros destinos de Portugal, está super em alta no mundo turístico, e não poderia ser diferente, já que a sua atmosfera relaxada, seus bairros super charmosos, sua gastronomia deliciosa, seus preços acessíveis e sua gente feliz realmente cativam os visitantes como nenhuma outra capital no mundo faz!

E por essas e por outras que eu me encantei perdidamente pela capital Lusitana e neste post trago as dicas mais fresquinhas e certeiras sobre como aproveitar o melhor que Lisboa tem para oferecer.

Vamos lá? 🙂

LEIA TAMBÉM: Roteiro completo de 3, 4 e 5 dias em Lisboa com mapa interativo e dicas de restaurantes

 

OPINIÕES PESSOAIS

E SINCERAS SOBRE LISBOA

Dicas de viagem de Lisboa

Gosto de começar os posts com opiniões e impressões pessoais sobre os destinos que escrevo, de modo a estabelecer uma conexão mais orgânica com os leitores antes de mergulhas nas dicas de viagem objetivas e úteis.

Sendo assim, você vai encontrar as minhas mais sinceras opiniões sobre Lisboa a seguir e espero que elas te ajudem no planejamento ou inspiração para esta viagem.

 

O QUE MAIS GOSTEI

Amei a atmosfera relaxada e irreverente de Lisboa e a forma como a cidade combina harmonicamente tanta tradição e história com um ar super jovem e criativo.

Sair de Estocolmo, onde moro, e chegar em Lisboa foi um choque grande não somente pelo clima mais quente e húmido, mas também pelas diferenças culturais e arquitetônicas. E me fez lembrar da verdadeira graça de viajar pela Europa: poder ver como os países têm culturas, povos e características tão distintas embora façam parte de um mesmo grupo e tenham histórias similares.

Deixando a divagação de lado, gostei muito da cena gastronômica de Lisboa, que é cheia de restaurantes deliciosos (alguns tradicionais e outros mais trendy) e com preços bem razoáveis – com destaque especial para o restaurante Portugália e o Zazah. Considero também que a facilidade de locomoção (a pé, Ubers baratos e transporte público) em Lisboa foi um ponto alto da minha estadia por lá,!

 

QUANTO GASTEI

Para essa viagem planejamos um budget mais relaxado, afinal de contas, tratava-se de uma viagem celebratória do meu aniversário de 30 anos e queríamos aproveitar ao máximo as experiências em Lisboa e Portugal.

Mesmo assim, mantivemos o orçamento diário em Lisboa em cerca de 60-70 euros por pessoa (para refeições, passeios e deslocamento) e cerca de 65 euros por noite no hotel que nos hospedamos, o que não é muito elevado para padrões europeus.

Mas, é bom destacar que dá tranquilamente para fazer um roteiro super incrível em Lisboa por cerca de 50 euros por pessoa e por dia e dormir em hotéis super charmosos com diárias em torno de 60 euros por noite (noites em albergues saem por cerca de 15-25 euros por noite).

Lisboa dicas de viagem

 

O QUE EU FARIA DIFERENTE

Certamente planejaria mais dias em Lisboa para fazer os passeios bate-voltas para Sintra, Cascais e Fátima. 3 dias inteiros foram suficientes para explorar a capital Portuguesa e aproveitar o melhor que ela tem para oferecer, mas se tiver mais dias disponíveis em seu roteiro por Portugal e quiser fazer esses passeios, indico que dedique pelo menos 6 para Lisboa.

 

EXPERIÊNCIAS IMPERDÍVEIS

Considero a maioria das experiências que tive em Lisboa imperdíveis, mas, dentre elas, as experiências mais marcantes foram: provar os pastéis de nata do Manteigaria e do super tradicional Pastéis de Belém, assistir um pôr do sol na beira do Tejo, visitar a LX Factory e os miradouros Portas do Sol e Santa Luzia, passear no bondinho eléctrico 15 e explorar os cantinhos do Prínciple Real.

Amei também passear pela Alfama e absorver a história, beleza e singularidade da região, assim como a visita a Belém, mas para não alongar muito aqui, falarei em detalhes sobre estas atividades no decorrer do post!

LEIA TAMBÉM: As nossas sugestões de roteiros de viagem em Portugal, com ideias para 5, 7, 10, 12 e 15 dias.

 

INTRODUÇÃO

À LISBOA

Lisboa Portugal dicas

Lisboa é uma das cidades mais antigas do mundo e ao longo dos séculos foi dominada e colonizada por diversos povos, sendo este o motivo principal de a cidade carregar consigo tanta história, contrastes e diversidade cultural e arquitetônica.

Para capturar a sua complexidade cultural, faz-se importante entender a história da cidade de Lisboa, a qual foi inicialmente fundada por Fenícios e passou pelo domínio dos Celtas, Gregos, Cartaginenses e pelo Império Romano até o século IV.

Com a queda do Império Romano e depois de ter adotado o cristianismo como religião oficial, Lisboa foi dominada por suevos e visigodos, até que, em 719 foi tomada pelos mouros, que invadiram a Península Ibérica e intitularam a cidade de Al-Ushbuna instalando a religião islâmica na cidade por alguns anos.

A reconquista Cristã-Portuguesa de Lisboa aconteceu em 1147 e foi capitaneada por Afonso I Enrique e apoiado pela frota da segunda cruzada. Em 1225, Lisboa se tornou a capital do recém formado Reino de Portugal, uma das grandes potências europeias da época.

Um dos motivos de Lisboa ter sido tão disputada durante os séculos é a sua posição geográfica estratégica no estuário do maior rio da Península Ibérica, o Rio Tejo, e seu posicionamento no extremo oeste da Europa, de frente para o Atlântico e próxima do Mediterrâneo e da África.

Esta geografia possibilitou que Lisboa se tornasse a base da expansão marítima de Portugal, tendo representado o porto de onde partiram as caravelas de Vasco da Gama e Pedro Álvares Cabral no final do século XV e começo do século XVI rumo às descobertas de rotas marítimas e novos continentes.

Com as grandes navegações e a descoberta das rotas e terras, Portugal se fortaleceu ainda mais economicamente com a importação de ouro e das famosas especiarias orientais, que eram tão valorizadas na Europa na época.

A riqueza trazida de ultramar e oriunda do tráfico de escravos possibilitou imenso desenvolvimento para Lisboa e Portugal, sendo que nesta época vários castelos palácios, igrejas, mosteiros e outras extravagâncias arquitetônicas foram construídos, inclusive o Mosteiro de Jerônimos e a Torre de Belém.

A riqueza trazida pelas grandes navegações fortaleceu setores ultraconservadores da sociedade, como o clero e a nobreza, e a Inquisição tomou vastas proporções no país, o que dificultou o surgimento de qualquer tentativa de industrialização do país e o fortalecimento de ideias liberais.

Tal situação começou a mudar parcialmente durante o governo do Marquês de Pombal, quando os esforços de transformar a Lisboa medieval em uma cidade mais cosmopolita tomaram corpo e foram acelerados depois do evento mais trágico que a cidade já passou: o grande terremoto seguido de um tsunami em 1755, provocando a devastação da cidade de Lisboa e diversos incêndios.

No finalzinho do século XVIII, quando o ouro do Brasil, que abastecia os cofres de Portugal, começou a se esgotar, Lisboa passou por momentos de dificuldades financeiras, sendo que a crise que foi alargada com a invasão do país pelas tropas de Napoleão e reconquista pelos ingleses, o que tornou Portugal dependente do Império Britânico.

Desde então, Lisboa passou por uma ditadura, revolução, diversos ciclos e crises financeiras e definitivamente perdeu seu posto de potência Europeia.

Mas, desde que Portugal se tornou membro da União Europeia, a cidade vem se desenvolvendo a passos largos e representa uma das capitais culturais e intelectuais do continente, sendo que hoje Lisboa figura como uma das cidades mais procuradas na Europa por turistas de todo o mundo e se destaca por sua diversidade cultural e preços acessíveis.

A seguir, você vai encontrar as dicas completas para planejar a sua viagem para Lisboa e aproveitar ao máximo desta cidade incrível!

IMPORTANTE: Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório para entrar na Europa. Faça aqui a cotação das melhores seguradoras com assistência em português em caso de emergência!

 

DICAS DE VIAGEM

DE LISBOA

Dicas de viagem Lisboa

 

MELHOR ÉPOCA PARA VISITAR LISBOA

Praticamente todos os meses do ano são ótimos para visitar Lisboa, já que a cidade é privilegiada com um dos climas mais temperados da Europa (média anual de 17 graus!) e conta com invernos bem amenos, com temperaturas em torno de 5 a 15 graus Celsius.

No entanto, mesmo contando com invernos moderados e sendo um destino interessante em todas as estações, pode-se dizer que os melhores meses para visitar Lisboa e aproveitar a cidade em todo o seu potencial são os de primavera, verão até meados do outono – mais especificamente, de Março ao final de Outubro.

Tente evitar Novembro, que é um mês bstante cinzento e chuvoso em toda a Europa, assim como Agosto, que é o mês de férias gerais na continente, e no qual as grandes cidades ficam mais “devagar” e bastante quentes.

 

QUANTOS DIAS FICAR EM LISBOA

Três dias inteiros são suficientes para explorar Lisboa e suas melhores atrações com calma, mas, se tiver intenção de de fazer os passeios bate-volta nos arredores de Lisboa (Sintra, Fátima e Cascais), sugiro que dedique pelo menos seis dias de seu roteiro de viagem a Lisboa.

Se não dispuser de tanto tempo, mas ainda assim quiser fazer a dobradinha Lisboa e Sintra, uma boa pedida é programar 4 dias em Lisboa e explorar a cidade com calma por três dias e reservar o um dia para a viagem bate-volta a Sintra.

 

COMO CHEGAR EM LISBOA

Chegar em Lisboa saindo do Brasil é super prático, sendo que há diversos voos diretos operados pela companhia aérea TAP saindo de Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Fortaleza, Manaus, Natal, Recife, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo chegando na capital lusitana em menos de 9 horas de voo.

Saindo de São Paulo, você também tem a opção de voar direto para Lisboa com a Latam, então vale a pena conferir as tarifas e condições entre as companhias aéreas se este for o seu ponto inicial de viagem.

Como são muitas as opções de voos diretos entre o Brasil e Portugal, o país representa a mair relevante porta de entrada na Europa e boa parte dos viajantes brasileiros fazem pelo menos uma parada no país, seja por algumas horas antes de tomar o próximo voo para outro país ou para uma estadia mais longa em Portugal.

Como chegar em Lisboa Portugal

A TAP, por exemplo, possibilita que os viajantes comprem uma passagem entre o Brasil e outros países da Europa e incluam uma estadia de até 2 noites em Lisboa sem custo adiciona – uma excelente oportunidade para adicionar uma escapadinha a Lisboa, mesmo que não tenha intenção de fazer um roteiro mais longo em Portugal!

Outras companhias voam do Brasil para Lisboa com parada uma parada breve em outros países da Europa, são elas a KLM, Swiss, Lufthansa, Air Europa, Air France entre outras. A depender das tarifas, pode valer a pena reservar um voo com paradas, mas se priorizar a conveniência, certamente vale a pena reservar um voo direto até Lisboa.

IMPORTANTE: Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório para entrar na Europa. Faça aqui a cotação das melhores seguradoras com assistência em português em caso de emergência!

 

COMO IR DO AEROPORTO ATÉ O CENTRO DE LISBOA

O deslocamento entre o aeroporto e o centro de Lisboa é um dos mais simples e baratos da Europa e isso se deve ao fato de que o aeroporto fica a meros 7km de distância dos bairros mais centrais da capital lusitana.

Por ser uma distância tão reduzida, eu honestamente considero que vale muito a pena utilizar o serviço de taxi ou Uber para se locomover até o seu hotel na chegada ao país.

Espere pagar cerca de 8 e 15 euros pela corrida (até 4 pessoas por carro) e você pode tomar um táxi na saída do aeroporto ou pedir um Uber pelo mesmo aplicativo que usa no Brasil desde que tenha uma conexão de internet ativa e um cartão desbloqueado para transações internacionais (algo que deve resolver com seu banco antes de sair do Brasil).

Aeroporto ao centro de Lisboa

Para pedir o Uber, você pode usar o wifi gratuito do aeroporto, mas vale saber que o sinal do wifi não funcionará no saguão de desembarque, que é onde você deve esperar o seu carro. Então, se quiser evitar contratempos, vale a pena comprar o seu chip local no próprio aeroporto, ao desembarcar do avião e passar pela imigração.

Outra opção é sair do Brasil já conectado com um chip internacional. Confira AQUI os melhores pacotes de internet e ligações para viagens internacionais e compre com 10% de desconto usando o nosso código!

O embarque nos Ubers ou Taxis deve ser feito na saída de “Desembarque”, mais especificamente na área de curta permanência (‘kiss and fly’) na saída do Terminal 1.

Ao passar pela imigração, siga as placas que apontam para o saguão de desembarque, pegue a escada rolante e saia para a área externa, então cruze as faixa com destino ao estacionamento rotativo que fica bem em frente da saída.

Se preferir, pode fazer a viagem entre o aeroporto e o centro de Lisboa de forma mais econômica (cerca de 3 euros por pessoa), pode optar pelo ônibus ou metrô. Neste post aqui você pode consultar todas as informações atualizadas sobre horários, paradas e valores.

Outra opção é contratar com antecedência um serviço de transfer para te levar até hotel e neste caso terá alguém te esperando na saída com uma plaquinha e com as informações de como chegar na sua acomodação. Aqui você pode conferir as opções e reservar com desconto especial para leitores do blog!

 

COMO SE LOCOMOVER EM LISBOA

Apesar de Lisboa ser uma cidade grande, considero possível fazer boa parte do roteiro pelas atrações turísticas centrais da cidade a pé mesmo, especialmente se estiver se hospedando em uma localização central e tiver calçados confortáveis para “bater perna”.

Amo explorar as cidades que visito a pé, pois sinto que consigo absorver mais da atmosfera do local, das pessoas e de suas rotinas, assim como notar as belezas discretas no caminho que as vezes são até mais interessantes que as atrações turísticas em si.

Mas, mesmo que decida caminhar bastante em Lisboa, vale a pena saber que para os deslocamentos mais demorados (no centro e nos arredores de Lisboa a exemplo de Belém) você poderá contar com metrôs, ônibus, tram elétricso ou taxis ou Ubers.

Como se locomover em Lisboa

Eu particulamente utilizei muito o serviço de Ubers em Lisboa por considerar as tarifas por lá super em conta, e acredito que este seja o caso para quem está viajando em casal ou grupo, já que combinando os valores das tarifas de metrô ou ônibus, acaba que a corrida de Uber não fica tão distante.

No entanto, também pode ser uma ótima ideia contar com os serviços de metrô, ônibus ou bondinhos elétricos para se locomover em Lisboa e arredores, já que a rede de transporte público local é bem extensa e cobre a maioria das áreas de interesse turístico.

No site oficial da empresa de transporte público de Lisboa você pode conferir as melhores opções para o seu trajeto deslocamento, adicionando o ponto de partida e chegada e recebendo sugestões da forma mais eficiente de se locomover.

Os bilhetes de transporte público (que custam cerca de 2 euros) podem ser comprados nas máquinas eletrônicas (em espécie ou cartão de crédito) presentes em todas estações de metrô, assim como pagando diretamente (em espécie) ao motorista nos ônibus.

DICA IMPERDÍVEL: Uma boa opção para quem pretende visitar as atrações pagas de Lisboa e se locomover bastante pela cidade é adquirir o Lisboa Card com antecedência e ter entrada grátis em monumentos, museus e atrações, assim como viagens ilimitadas de transporte público incluídas no passe!

Os bondinhos elétricos são ótimas opções e dão aos viajantes a oportunidade de observar o caminho durante a viagem. Vale a pena percorrer as rotas panorâmicas do bonde 28, 15E e 12E e falaremos mais em detalhes sobre essas viagens (que são verdadeiras atrações turísticas) a seguir.

Se pretende visitar Sintra e Cascais (ou até mesmo para ir a Belém de forma rápida), a melhor opção é fazer o deslocamento com os trens que saem de estações centrais de Lisboa e levam aos destinos de interesse de forma prática e barata. No site oficial da CP você pode consultar valores, horários e fazer reserva dos seus bilhetes!

 

ONDE FICAR

EM LISBOA

Onde ficar em Lisboa

Me surpreendi demais com as opções de hospedagem super charmosas e com tarifas em conta em Lisboa!

Já tinha ouvido muito falar, mas durante a minha pesquisa por hotéis em Lisboa, compreendi o motivo de Portugal ser considerado um dos países de melhor custo benefício na Europa para viajantes.

É realmente um país onde se pode usufruir de hotéis incríveis e viver experiências maravilhosas sem ir a falência diante da atual conversão do euro x real. Por isso, vale a pena caprichar na escolha por hospedagem em Lisboa e escolher um hotel super aconchegante e com ares boutique por precinhos camaradas 🙂

Eu fiquei hospedada em dois hotéis diferentes durante a minha estadia em Lisboa, cada um com sua especificidade, mas ambos maravilhosos. Para as duas primeiras noites, fiquei no 1869 Príncipe Real, super charmoso e com ótimo custo x benefício e nas últimas duas noites me hospedei no incrível The Vintage Lisbon, sendo que recomendo demais os dois!

A seguir, você vai encontrar a lista dos melhores hotéis da cidade para diversos tipos de orçamento, mas em relação à localização, adianto que para garantir uma hospedagem em localização central, próxima da maioria dos atartivos turísticos de Lisboa e com todo o charme das construções históricas de Portugal, priorize os bairros Chiado, Príncipe Real e Baixa Lisboeta.

Eu fiquei hospedada na região do Príncipe Real e indico demais essa localização por se tratar de um bairro descolado, repleto de ótimos restaurantes e propriedades charmosas.

Mas, se a sua prioridade for economizar na hospedagem, mas ainda assim ficar em uma região central, foque na Avenida Liberdade e na região da Praça Marquês do Pombal.

Reserve o seu hotel no Booking.com através dos links abaixo e garanta as melhores tarifas e cancelamento gratuito!

Dicas de hotéis em Lisboa

 

MELHORES HOTÉIS EM LISBOA

 

Você também pode encontrar diversas opções maravilhosas de hospedagem no Airbnb, que dispõe de casas ou apartamentos privativos ou até mesmo pousadinhas familiares super aconchegantes.

Neste post você vai encontrar todas as dicas de como encontrar os melhores Airbnbs e se hospedar com segurança nas suas viagens mundo afora!

 

ONDE COMER

EM LISBOA

Dicas de restaurantes em Lisboa

A gastronomia Portuguesa é um dos maiores atrativos do país, sendo que em Lisboa você poderá desfrutar o que de melhor ela tem para oferecer, tendo em vista a grande variedade e qualidade dos restaurantes da cidade.

E o melhor de tudo são os preços camaradas praticados em Portugal, que costumam ser mais em conta que a maioria dos países da Europa e representam um convite para mesas cheias e diversas durante as suas refeições em Lisboa!

Isso sem falar no pareamento (quase obrigatório) de refeições com vinhos típicos Portugueses, seja do Douro, Alentejo ou outras regiões vinícolas d país, que são deliciosos e custam menos que 5 euros a taça em restaurantes fechados 🙂

E por falar em refeições, há muitas iguarias típicas para provar, como o Caldo Verde, diversos pratos baseados em Bacalhau, Cozido à Portuguesa, o amêijoas à bulhão pato e as sardinhas assadas na brasa. E também muitos pratos contemporâneos servidos pelos diversos restaurantes modernos em Lisboa!

A nossa sugestão é que faça um mix entre restaurantes tradicionais e modernos, assim que como visite o Time Out Lisbon onde vai encontrar diversas opções de restaurantes com preços acessíveis e o Cais do Sodré (por lá, indicamos o restaurante Portugália) com seus restaurantes conceituados e vistas maravilhosas.

Restaurantes em Lisboa

Para experiências tradicionais e com preços moderados, sugerimos o Floresta das Escadinhas, o Há Tapas no Mercado, o Agulha No Palheiro, o da Prata 52, o Crisfama, o Alpendre, o Frade dos Mares, o Tabernário do Bairro, o Versículo do Faia e a Taberna Sal Grosso.

Para experiências gastronômicas mais modernas e internacionais, sugerimos o Zazah, o Li28oa – Wine and Tapas, o Restaurante Figus, o A Obra e o A Cevicheria.

Para experiências gastronômicas mais refinadas, aposte no Casa da Comida, o ALMA Henrique Sá Pessoa, o Augusto Lisboa, e o Solar 31 – Peixe e Marisco.

Para provar os pastéis de Belém, indicamos o Manteigaria e a tradicional doceria Pastel de Belém em Belém.

E se quiser aproveitar um pôr do sol inesquecível em um rooftop em Lisboa, não deixe de visitar o  V Rooftop Bar que tem vista privilegiada para o Castelo de São Jorge e telhados de Lisboa!

 

O QUE FAZER

EM LISBOA

Atrações turísticas em Lisboa

Clicando neste link, você vai encontrar o roteiro completíssimo que preparamos para que você possa aproveitar o melhor de Lisboa em 3, 4 ou 5 dias, sendo que preparamos também o mapa interativo abaixo com marcações dos locais de interesse em Lisboa para te auxiliar no planejamento e locomoção.

 

 

O mapa acima vai te auxiliar a localizar as regiões e atrações próximas entre si, já que o roteiro foi todo planejado para otimizar o seu tempo e combinar as melhores atrações de uma área em um só passeio.

Neste sentido, vale destacar que os pins rosas correspondem às atrações do primeiro dia, os pins verdes às atrações do segundo dia e os pins laranjas às atrações do terceiro dia.

No entanto a sugestão de roteiro que preparamos pode ser totalmente customizada de acordo com suas preferências e disponibilidade de tempo, portanto, fique a vontade para fazer as modificações necessárias par aproveitar ao máximo a sua viagem à Lisboa.

Outras dicas em relação ao roteiro de viagem em Lisboa é que se for estudante, vale a pena levar o cartão de estudante internacional consigo para garantir descontos nas entradas para atrações.

Vale também saber que no primeiro domingo de cada mês, a maioria das atrações turísticas e museus em Lisboa têm entrada gratuita até as 14 horas, então vale se programar para fazer os passeios de forma gratuita caso sua viagem coincida com este dia específico!

Por último, uma boa opção para quem pretende visitar as atrações pagas de Lisboa é adquirir o Lisboa Card com antecedência e ter entrada grátis em monumentos, museus e atrações, assim como viagens ilimitadas de transporte público incluídas no passe.

Dicas à parte, vejamos a seguir quais são as melhores atrações turísticas em Lisboa:

 

PARQUE EDUARDO VII

Apesar deste parque não ser tão popular entre turistas, certamente vale ser visitado, pois de lá se pode ter uma das mais lindas vistas da cidade, que inclui o centro turístico, as sete colinas da cidade, assim como a Avenida Liberdade e o Rio Tejo ao fundo!

Passeie pelo parque, aprecie seus jardins e a imponente estátua do Marquês de Pombal e quem sabe faça um piquenique por lá dependendo do momento do dia que visitar a região.

 

AVENIDA LIBERDADE

A Avenida da Liberdade se estende da praça do Marquês de Pombal até a praça dos Restauradores, nas margens do Rio Tejo, e representa uma das principais vias da cidade de Lisboa.

É uma avenida bem longa, mas o passeio por lá rumo a Praça do Rossio é bem gostoso, pois a via é toda arborizada, sua calçada super charmosa ornada de pedras portuguesas e há muitas lojas de marcas luxuosas para apreciar a vitrine no caminho, assim como a possibilidade de observar o vai e vem dos locais, já que há muitos edifícios comerciais ao longo da avenida.

ROTEIRO PERSONALIZADO: Encomende o seu roteiro personalizado conosco e viaje com um planejamento exclusivo e autêntico!

 

PRAÇA DO ROSSIO

Oficialmente denominada Praça D. Pedro IV, a Praça do Rossio é uma das mais belas, movimentadas e históricas de Lisboa.

No centro da praça você pode apreciar a estátua de D. Pedro IV, que é por nós conhecido como D Pedro I, o primeiro imperador do Brasil independente.

Por lá, também pode apreciar a estação de trem do Rossio, que tem uma fachada deslumbrante e representa uma das mais belas do mundo, assim como o Teatro Nacional D. Maria II.

Não deixe de reparar na calçada da praça que tem o formato de ondas branco e preto e que serviu como inspiração para o calçadão de Copacabana no Rio de Janeiro!

 

PRAÇA DA FIGUEIRA

Do lado da Praça Rossio está a Praça da Figueira, onde fica o mercado aberto de Lisboa e também o mercado central da cidade, local onde se pode encontrar queijos, embutidos, doces e bebidas típicas de Portugal!

Vale a pena visitar o Mercado assim como passear pelas imediações da praça e quem sabe parar para provar a ginjinha, uma bebida bem típica de Lisboa, no A ginjinha.

 

PRAÇA DOS RESTAURADORES

A Praça dos Restauradores foi construída para homenagear os soldados que lutaram na Guerra da Restauração e conquistaram a libertação de Portugal do domínio espanhol no ano de 1640.

Lá, você vai poder observar o obelisco de 30 metros de altura erguido no centro da praça, com os nomes das batalhas da Guerra da Restauração inscritos em sua extensão e que simboliza a vitória de Portugal e a liberdade conquistada.

 

ELEVADOR DA GLÓRIA

O Elevador da Glória talvez seja o mais charmoso dos 4 elevadores históricos de Lisboa e conecta a Praça dos Restauradores ao Miradouro de São Pedro de Alcântara.

Este elevador, assim como os outros da cidade, foram construídos para conectar o centro plano de Lisboa com as colinas da cidade, poupando os cidadãos das subidas íngremes e cansativas.

Atualmente, subir colina acima em um destes elevadores é uma das atividades mais autênticas e românticas que se pode fazer em Lisboa, até porque a viagem será feita na cabine usada desde a inauguração em 1885.

 

MIRADOURO SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA

A parada final do Elevador da Glória será o Miradouro de São Pedro de Alcântara, de onde se pode ter vistas belíssimas da cidade. E nas imediações do miradouro, pode explorar as ruelas charmosas e restaurantes interessantes da região.

 

ELEVADOR DE SANTA JUSTA

Este elevador é um dos mais icônicos de Lisboa e não poderia ser diferente, pois sua estrutura é realmente única e de quebra ainda se pode apreciar uma das vistas mais lindas da cidade do seu topo.

Da autoria de Mesnier du Ponsard e estilo neogótico, este elevador é diferente dos outros da cidade e conta com cabines de madeira super elegantes e passear nele mais parece uma viagem no tempo.

Neste post aqui você vai descobrir como aproveitar o melhor da vista do topo do elevador, assim como fazer o passeio de graça.

 

CONVENTO DO CARMO

A entrada para o Covento do Carmo custa 9 euros e a visita representa uma das atrações mais imperdíveis de Lisboa.

Este convento erguido em1389 por D. Nuno Álvares Pereira foi uma das mais importantes igrejas de Portugal na época competindo com a Sé, mas teve sua estrutura parcialmente destruída pelo terremoto que assolou Lisboa em 1755.

O que se pode visitar atualmente são as ruínas desta belíssima e imponente igreja, assim como o Museu Arqueológico do Carmo que foi o primeiro museu de Portugal aberto ao público.

 

RUA AUGUSTA E ARCO AUGUSTA

Não dá para deixar de fora do seu roteiro em Lisboa uma caminhada sem pressa pela área da Baixa de Lisboa, que conta com muitas lojas interessantes de marcas internacionais, restaurantes, artistas de rua e pontos para compra de souvenir, mais especificamente as imediações da Rua Augusta.

Por lá, indico demais que passe para provar o pastel de nata do Manteigaria (um dos melhores de Portugal!) e o pastel de bacalhau do A Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau.

Também vale a pena visitar o Arco da Rua Augusta, um os mais belos monumentos de Lisboa!

No Arco da Rua Augusta, repare nas esculturas do topo, que enaltecem os heróis portugueses da época dos descobrimentos, assim como as esculturas nas laterais que representam os dois rios portugueses: o Douro e o Tejo.

Aproveite para subir no Arco Augusta para vistas lindíssimas da Praça do Comércio, do Rio Tejo e outras tantas belezas de Lisboa. Para tanto, dirija-se à entrada do mirante que fica embaixo do arco, pague o valor da entrada (4 euros por pessoa) e tome o elevador até o topo.

LEIA TAMBÉM: Roteiro completo de 3, 4 e 5 dias em Lisboa com mapa interativo e dicas de restaurantes

 

PRAÇA DO COMÉRCIO (TERREIRO DO PAÇO)

A Praça do Comércio é também conhecida como Terreiro do Paço e representa a praça mais importante de Lisboa e uma das maiores da Europa, com seus 36 000 m2.

Por lá, admire a estátua de D. José I no centro da praça, o rei na época do terremoto de 1755 que destruiu a praça antiga, pisando serpentes como um símbolo do poder real.

O que fazer em Lisboa

Não deixe de observar os edifícios que envolvem a praça, nos quais funcionam departamentos governamentais, instituições públicas e culturais, assim como cafés e restaurantes das redondezas.

 

BONDINHO ELÉTRICO 28

A rota do bondinho elétrico n 28 liga o bairro de Prazeres à Graça, passando pelo bairro da Alfama, pela Sé, com destino final no Largo da Graça.

A rota começa no Campo de Ourique, mas você pode embarcar em um ponto mais central, como o da Praça Luís de Camões por exemplo, e ainda assim conseguir assentos para conseguir aproveitar a vista de uma das rotas mais encantadoras da cidade.

Lisboa dicas de viagem

Passear bondinho elétrico n 28 é uma das atividades mais encantadoras em Lisboa, já que a viagem é feita em daqueles vagões amarelos dos anos 1930 que se tornaram ícones de Lisboa, e passa por locais super charmosos, ruelas bem estreitas e pontos turísticos de Alfama.

Durante o percurso, se delicie com os detalhes da charmosa e colorida Lisboa, suas ruelas de pedras sabão e as vistas maravilhosas do Tejo no subir da Alfama!

 

MIRADOURO DE NOSSA SENHORA DO MONTE

O último ponto do bondinho elétrico n 28 fica no Largo da Graça e de lá são poucos minutos até o Miradouro da Senhora do Monte e visitar a Capela Nossa Senhora do Monte.

O que fazer em Lisboa

Vale a pena visitar este miradouro e apreciar as vistas deste que é o ponto mais alto de Lisboa e tem vistas privilegiada para as colinas da cidade!

 

LARGO DA GRAÇA

A distância do Miradouro da Senhora do Monte e o Largo da Graça não é tão grande, então em poucos minutos saindo da atração anterior você chegará nesta área super única e antiga de Lisboa.

O que fazer em Lisboa

Por lá, você pode dar explorar nas ruelas que circundam o Largo e observar os seus edifícios residenciais super antigos que são super charmosos de fora.

São tão bonitos que fiquei chocada ao ouvir de minha prima que mora em Lisboa que estes apartamentos servem de residência de baixo custo, pois os apartamentos e não dispõem de banheiros próprios e que há nos prédios espaços comunitários de banheiro e de lavanderia.

Esta é Lisboa em sua versão mais tradicional e autêntica!

 

MIRADOURO DA GRAÇA

A poucos metros do Largo, você vai encontrar o Miradouro da Graça, a belíssima Igreja da Graça, assim como uma área super relaxada com mesas ao céu aberto que são perfeitas para uma parada estratégica para descansar acompanhada de um drink.

O que fazer em Lisboa
O que fazer Lisboa

Ambas as atrações merecem a sua visita, com destaque especial para o Mirante, que conta com vistas panorâmicas incluindo algumas colinas de Lisboa e o Castelo de São Jorge.

Se for um viajante curioso como eu, pode dedicar alguns minutos a explorar a escadaria que fica atrás do Mirante da Graça e as ruelas próximas que são super residenciais e autênticas – vai ter uma experiência super diferente em Lisboa e passear por uma área quase inexplorada por turistas!

 

IGREJA SÃO VINCENTE DE FORA

Esta igreja foi inicialmente erguida em 1147 em estilo românico original como oferta a São Vicente, o padroeiro de Lisboa. Pouco da construção original foi conservada e o que se visita hoje é a belíssima igreja construída nos últimos anos do séc. XVI por Filipe II de Espanha, que conta com belíssimas painéis de azulejo em seu interior.

Roteiro em Lisboa

Vale a pena visitar esta belíssima igreja adornada de mármore e de simplicidade, simetria e equilíbrio sem igual. A entrada é gratuita!

 

PANTEÃO DE LISBOA

O Panteão de Lisboa no Campo de Santa Clara é um dos edifícios mais belos da paisagem lisboeta.

Em estilo barroco italiano, o Panteão abriga a igreja de Santa Engrácia, que nunca foi terminada, e representa um mausoléu para presidentes e ídolos nacionais.

O que fazer em Lisboa

Se for uma terça-feira ou num sábado, vale a pena combinar a visita ao Panteão com a famosa Feira da Ladra, que vende produtos vintage e artesanais de todos os tipos.

 

IGREJA DE SANTO ANTÔNIO DE LISBOA

No início da região de Alfama vale visitar a Igreja Santo Antônio de Lisboa, que apesar de ser uma jóia preciosa lisboeta, geralmente não é mencionada pela maioria dos roteiros turísticos em Lisboa.

Caso esteja se perguntando, sim, esta é a igreja do Santo Antônio, aquele santo casamenteiro que praticamente todo brasileiro conhece e que nasceu e viveu em Lisboa. A igreja foi construída no local de seu nascimento e tem visita gratuita, por isso não pode ficar fora da suas andanças pela Alfama.

 

CATEDRAL DA SÉ DE LISBOA

A Sé de Lisboa é a igreja mais importante da cidade e um atração que não pod faltar em Lisboa, mesmo que seja só para apreciar o seu exterior em estilo gótico e barroco.

Foi construída por volta de 1150, a Sé de Lisboa é um monumento medieval belíssimo e merece ter o seu interior visitado (entrada gratuita, mas cobra-se 3 euros para visitar o claustro).

 

MIRADOURO DE SANTA LUZIA

O Miradouro de Santa Luzia é uma área super romântica com vistas maravilhosas do bairro de Alfama e do Rio Tejo e será o seu próximo destino.

O que fazer em Lisboa

Vale a pena dedicar um tempinho por lá admirando as vistas lindas, as flores que cobrem a passarela de pedestres do local, os azulejos super charmosos que decoram o miradouro e apreciando as manifestações artísticas sempre presentes por lá!

 

MIRADOURO DA PORTA DO SOL

Apesar de estar bem próximo do Miradouro de Santa Luzia, o belíssimo Miradouro Porta do sol conta com ângulos diferenciados e inegavelmente uma das vistas mais lindas de Lisboa.

Dicas de Lisboa
Dicas de Lisboa

Deste miradouro, você vai apreciar a vista com com os telhados de Alfama e suas casinhas coloridas, assim como a da Igreja de São Vincente do Fora e o Rio Tejo no fundo.

É sem dúvidas uma atração que não pode ficar de fora do seu roteiro em Lisboa!

 

CASTELO DE SÃO JORGE

A visita ao Castelo de São Jorge custa 9 euros por pessoa e vale cada centavo, pois lá você cai conhecer mais da história de Lisboa e apreciar da muralhas um dos mais belo pôr do sol que você vai ver na vida (ou vista de Lisboa a depender do horário de sua visita)!

Dicas de Lisboa
Dicas de viagem Lisboa

O Castelo de São Jorge foi construído no século XI como uma fortaleza para defesa da cidade e por isso tem uma localização privilegiada no topo de uma colina e com vista panorâmica da cidade de Lisboa.

Do topo, se pode ver a maioria dos pontos turísticos de Lisboa, o Tejo e até a Ponte 25 de Abril!

Como há muito o que ver por lá, e sugiro que pegue o guia digital na entrada para obter as informações sobre este monumento de Lisboa e aprender mais sobre a história da cidade.

DESCONTO: Reserve o seu hotel no Booking.com e garanta as melhores tarifas e cancelamento gratuito!

 

LX FACTORY

Visitar o LX Factory é uma das atividades mais descoladas que se pode fazer em Lisboa, já que deste espaço onde as ruínas de uma antiga fábrica imperavam surgiu um centro cultural super interessantes, repleto de lojas de design, música, arquitetura, um mercadinho de artesanatos ao céu aberto e diversos bares e restaurantes.

Dicas de viagem Lisboa

Sugiro que dedique um tempo de qualidade por lá para absorver toda a atmosfera criativa e despojada do local, admirar as obras de arte espalhadas por todo o espaço, assim como para conferir as lojinhas com produtos super autênticos e com bons preços.

Não se pode deixar de fora uma visita ao terraço Rio Maravilha e também à Livraria Ler Devagar, que é considerada uma das 10 mais bonitas do mundo!

Passeie por lá com calma, garimpe comprinhas legais nas lojas ou barracas e deguste alguma delícia em um dos restaurantes super interessantes do complexo.

 

MOSTEIRO DOS JERÔNIMOS

A visita ao Mosteiro dos Jerônimos em Belém não pode faltar no seu roteiro por Lisboa, já que este monumento representa uma das sete maravilhas de Portugal e também a atração mais visitado do país!

E não é para menos, pois o Mosteiro dos Jerônimos representa uma verdadeira obra prima no estilo Manoelino e um dos grandes marcos do apogeu Português na época dos descobrimentos e foi classificado como Patrimônio Mundial da UNESCO.

Com construção iniciada em 1501 pelo Rei D. Manuel I, bem próximo da praia que recebia os navios dos grandes descobrimentos de volta à Portugal, este monumento foi refinado e expandido por cerca de 100 anos com os recursos oriundos dos impostos sobre o ouro cobrado das colônias, assim como especiarias e pedras preciosas que vieram da Índia.

O que fazer em Lisboa

A pedra usada na construção do mosteiro foi o calcário de lioz, que era abundante nesta região de Portugal e após a sua construção, o local foi delegado aos cuidados da Ordem dos Jerônimos até o ano de 1834, quando todas as ordens religiosas foram extintas em Portugal.

Durante o período de cuidados religiosos, os monges que lá viviam eram responsáveis por rezar pela alma do rei e dos navegadores que dali partiam para se aventurarem no mar.

Há muito o que ver e fazer no Mosteiro dos Jerônimos, inclusive a Igreja de Santa Maria de Belém, e para não perder nenhum detalhe, sugiro que verifique o post do Viga Cigana para maiores informações sobre o monumento e suas atrações.

Clicando aqui você pode comprar o ingresso para o mosteiro com antecedência e evitar as filas longas que costumam se acumular nos guichês da atração.

 

PASTÉIS DE BELÉM

Combinada com uma visita ao mosteiro, passe na super tradicional pastelaria Pastéis de Belém, que criou estes deliciosos doces, para provar o autêntico pastelzinho de Belém!

Mas não somente para provar os pastéis de Belém a sua visita deve se destinar, pois a doceria serve também outros deliciosos doces e salgados típicos de Portugal que merecem ser provados e tem um interior super lindo e calmo.

Dicas de viagem Lisboa

Mesmo que tenha que esperar alguns minutos na fila, recomendo que espere por um assento na parte interna da doceria e experimente as delícias que ela tem para oferecer.

 

PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

Este monumento em formato de caravela foi criado em homenagem ao tempos de glória de Portugal, quando foi o país pioneiro marítimo, descobridor de rotas marítimas e colonizador de diversas terras além-mar.

Dicas de viagem Lisboa

Está situado no local onde as caravelas, inclusive as de Pedro Álvares Cabral, partiam para desbravar os mares, e desponta imponente no horizonte com seus 56 metros de altura.

Confesso que imaginava que o monumento seria grande, mas fiquei muito impactada ao chegar lá e observar as reais dimensões da escultura!

Dicas de Lisboa em Portugal

Além de observar gigantesca rosa dos ventos que cobre 50 metros do piso do monumento e os detalhes da escultura que trazem personalidades da época do descobrimentos, vale a pena subir até o seu topo para observar Belém e o Rio Tejo de ângulos privilegiado!

 

TORRE DE BELÉM

A Torre de Belém é um dosmonumentos mais populares de Portugal e carrega consigo muita carga histórica, além de uma beleza incomparável!

A Torre, que foi encomendada pelo rei D. Manuel I em 1514, foi erguida para defender a entrada do Rio Tejo contra ataques inimigos. Depois de mais de 6 anos de construção, a Torre foi finalizada em 1520 e simboliza um dos marcos da era dos descobrimentos, tendo sido inclusive ponto de partida de caravelas que desbravaram novas rotas marítimas.

Uma curiosidade interessante é de que na outra margem do Tejo ficava outra torre, a Torre Velha, que junto com a Torre de Belém protegia Lisboa com fogo cruzado entre uma margem e outra!

Para saber mais sobre a Torre de Belém clique aqui, mas vale destacar que é possível visitar o interior da torre, suas salas, capela e terraço e que este passeio vale muito a pena. E para além da visita ao interior da torre, vale a pena admirar sua magnitude e beleza exterior passeando pelos seus arredores!

Dicas de viagem em Lisboa

 

OUTRAS ATRAÇÕES EM BELÉM

Ainda em Belém, se ainda tiver energia para explorar museus, vale a pena conferir museus, vale a pena passar no Museu Nacional dos Coches, o Museu Coleção Berardo ou o MAAT, que ficam na proximidade.

Dicas de viagem Lisboa

Também pode explorar o Palácio Nacional da Ajuda, que representou a última residência oficial da família Real Portuguesa em Lisboa, um local de beleza ímpar.

Se não tiver interesse em visitar o interior dos museus, certifique-se de pelo menos passar e apreciar a arquitetura arrojada do MAAT, que é um museu moderno nas margens do Tejo e também de apreciar as vistas que se tem das margens do rio!

 

MERCADO DA RIBEIRA

Vale a pena passar no Mercado da Ribeira, que também é conhecido como TimeOut Lisboa para provar uma refeição em um dos restaurantes super aclamados do complexo ou petiscos deliciosos.

Não deixe também de visitar a parte antiga do Mercado da Ribeira, onde se pode encontrar barraquinhas de legumes, frutas e carnes variadas.

 

ATRAÇÕES DA PARTE MODERNA DE LISBOA

Vale fazer um roteiro pelas atrações mais modernas da cidade como por exemplo o Parque das Nações, o Oceanário, o Pavilhão do Conhecimento, o Shopping Vasco da Gama e o Teleférico de Lisboa.

 

NOITE NO CHIADO

Uma das áreas mais badaladas de Lisboa à noite é o Chiado.

Por lá, visite a Praça Luís de Camões, cheque o A Brasileira, o café preferido de Fernando Pessoa e siga desbravando as ruelas da região, com especial nas proximidades da Rua Garret, que são super charmosas e movimentadas.

 

ASSISTIR A UMA APRESENTAÇÃO DE FADO

Uma atividade super tradicional para fazer em Lisboa é assistir a uma apresentação de Fado, um ritmo típico português. Opções bem recomendadas são a Casa de Linhares, o Clube do Fado, em Alfama, o Café Luso, no Bairro Alto e a super alternativa Tasca do Chico.

 

PÔR DO SOL NAS MARGENS DO TEJO

Na final do dia, sente-se nas balastradas da Praça do Comércio para apreciar o belíssimo espetáculo do sol se pondo no Tejo e colorindo a paisagem das cores mais lindas que se pode imaginar!

Se der sorte, vai poder aproveitar este momento com música ao vivo tocada pelos artistas de rua que se reúnem quase que diariamente neste local para embalar o pôr do sol com ritmos animados!

 

BATE-VOLTAS SAINDO DE LISBOA

Outra excelente em Lisboa é fazer um passeio bate e volta para a belíssima Sintra, que fica a menos de 30 minutos de trem de Lisboa e é reconhecida como Patrimônio Mundial da Unesco. Por lá, você pode visitar palácios e castelos belíssimos, com destaque para o Palácio Nacional de Pena, assim como monumentos históricos e um centrinho super charmoso!

Se tiver mais dias em Lisboa, pode também planejar passeios bate e volta para Fátima, Cascais e Óbidos, as quais podem ser acessadas em menos de 1 hora de trem saindo do centro de Lisboa.

Se preferir, pode também alugar um carro e fazer os passeios com flexibilidade e segurança.

ALUGUE O SEU CARRO: Faça a cotação com as melhores locadoras de veículos para viagem e garanta a assistência em português em caso de emergência.

 

Não se vá! Leia também outros posts sobre Portugal já publicados no blog

Arquivado em: Lisboa, Portugal
 

Agradecemos muito se organizar a sua viagem com links abaixo (com descontos!), pois vai incentivar o blog com uma pequena comissão sem pagar nada a mais por isso. Obrigada desde já!

 

LEIA TAMBÉM...

Sobre Lara Nogueira

No blog, Lara une a sua paixão por viajar com a de escrever. Seus relatos têm o objetivo de fazer os leitores viajarem (antes mesmo de sair de casa) através de um estilo único de narração que invoca os sentimentos e sentidos, combinada com dicas úteis e imagens dos destinos que visita.

Sua curiosidade e fascinação pelo novo fazem com que esteja sempre em busca de experiências únicas. Não é a toa que deixou a calorosa Bahia para chamar Estocolmo na Suécia de lar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SUPER


descontos

Reserve a sua viagem utilizando os nossos descontos exclusivos!
EU QUERO!