Top
DESCONTOS DE VIAGEM

Vale do Capão na Chapada Diamantina: Dicas de viagem

Dicas de viagem Vale do Capão

Já perdi as contas de quantas vezes visitei o Vale do Capão na Chapada Diamantina, mas se tem uma coisa que nunca esqueço é o meu amor por este cantinho no mundo onde o tempo passa mais devagar e a conexão com a natureza se faz presente a todos os momentos.

(Re)screvo este post com o coração pesado de saudade, afinal de contas, já se passaram 4 anos que visitei a Chapada Diamantina pela última vez antes de me mudar da Bahia para a Suécia, e a cada dia que passa, sinto fortalecer o chamado da alma para regressar a este lugar de reenergização e magia.

Bom, assim que a pandemia permitir, embarcarei no primeiro voo para este destino, que continuo considerando o meu lugar no mundo mesmo depois de ter visitado mais de 40 países maravilhosos! 🙂

Enquanto isso, peço que aproveitem o Capão por mim, façam uso das dicas que este post contém e se deixem encantar por este vale maravilhoso e transformador.

DO SEU INTERESSE: Todos os posts publicados no blog sobre a Chapada Diamantina

 

INTRODUÇÃO LÚDICA

AO VALE DO CAPÃO

Dicas do Vale do Capão na Chapada Diamantina

O caminho de terra que liga a cidade Palmeiras ao Vale do Capão tem 18 km e nele você já vai sentindo o distanciamento de tudo que é urbano, urgente e estressante.

Pedidos de carona nesta (e em outras) estrada não são estranhos, já que por lá existe uma confiança nos outros e uma sensação de paz que contagia a todos desde os primeiros momentos nesta terra mágica.

Há anos atrás, quando escrevi a primeira versão deste post nos primórdios do blog, o Vale do Capão inclusive não contava com sinal de celular nem banco ou caixa eletrônico. Mas, esta realidade mudou, trazendo alguns avanços para a população local e visitantes, sem contudo sacrificar este sentimento de comunidade que é a marca registrada do Vale do Capão.

Neste sentido, vale a pena levar em consideração que, muito embora o Vale do Capão tenha se desenvolvido muito nos últimos anos, inclusive em relação à sua estrutura turística, o destino ainda continua relativamente pequeno e pacato. E é de interesse de todos que continue assim – um refúgio de paz e tranquilidade!

Dicas de viagem do Vale do Capão
Vale do Capão dicas de viagem

Não se visita o Capão procurando agito, luxo e badalação. A ideia por lá é a conexão com a natureza, com as pessoas, temas de desenvolvimento pessoal e ideias inovadoras – aliás, o Vale do Capão nos dá uma aula de como é possível conviver em harmonia com a natureza e com a comunidade que nos rodeia.

A natureza que rodeia o vale dá um show e há muitas trilhas, cachoeiras e paisagens maravilhosas para serem aproveitadas por lá. Neste post aqui você vai encontrar informações sobre as trilhas no Vale do Capão e já pode traçar um plano para os seus dias por lá.

Apesar de estar isolado em um Parque Nacional, o Vale do Capão é um vilarejo diverso e multicultural, pois pessoas de todo o mundo se mudam para este paraíso afirmando que encontraram ali uma energia mística incomparável.

Muitas destas pessoas são artistas, que estão de passagem ou que ali criaram raízes permanentes e, por isso, sempre há manifestações musicais, artísticas e performáticas nas ruas da cidade.

Há, inclusive, um Circo no Vale do Capão! Trata-se de um espaço comunitário onde são ensinadas diversas manifestações artísticas à população local e visitantes e de vez em quando fazem espetáculos abertos ao público.

Vale do Capão na Chapada Diamantina

Já tive a oportunidade de assistir a dois espetáculos e posso afirmar que foram uns dos mais incríveis que já vi na vida. A simplicidade, criticidade, a noção de arte e a criatividade destes artistas é realmente impressionante e sugiro imensamente que verifique a página do Facebook deles para maiores informações sobre espetáculos e oficinas oferecidas.

No centrinho da vila estão concentradas a maior parte dos restaurantes, lojas e da movimentação noturna. Trata-se de um ambiente bem compacto e simples, mas muito charmoso e que possivelmente vai ser um ponto de parada em todos os dias do seu roteiro.

A maioria dos restaurantes oferecem comida caseira, natural e sempre com opções vegetarianas. Aliás, a gastronomia do Capão é realmente um ponto alto do destino, por isso, recomendo que não perca a chance se experimentar novos sabores da culinária natural e vegetariana em alguns dos nossos restaurantes prediletos no Vale do Capão.

Ainda no centro, não deixe também de conferir a feira que ocorre todos os Domingo de manhã. Por lá, você vai encontrar alimentos orgânicos, roupas artesanais, salgados naturais, cosméticos naturais, cristais etc.

O mais incrível desta feira é que além de comprar e vender, as pessoas também trocam os seus produtos. É realmente magnífico ter contato com uma sociedade que preza a economia comunitária em pleno 2021 e este é mais um dos motivos pelos quais eu amo tanto esse lugar!

Se tiver interesse em dinâmicas de desenvolvimento pessoal, terapias holísticas, massagens terapêuticas e leitura mapa astral, saiba que vai encontrar opções incríveis por lá com diversas abordagens e valores. Vale a pena se permitir e experimentar algumas delas!

Dicas de viagem Vale do Capão na Chapada Diamantina

O Vale do Capão é um lugar surpreendente, não apenas pela sua beleza natural, mas principalmente pela energia do seu povo e tranquilidade do ritmo de vida que por lá é levado. Eu amo demais este cantinho no mundo e garanto que você também vai se apaixonar 🙂

HOTÉIS COM TARIFAS IMPERDÍVEIS: Reserve o seu hotel no Booking.com e garanta as melhores tarifas e cancelamento gratuito!

 

DICAS DE VIAGEM

DO VALE DO CAPÃO

Como chegar no Vale do Capão

 

ONDE FICA E COMO CHEGAR NO VALE DO CAPÃO

O Vale do Capão é oficialmente denominado Caeté Açú e representa um distrito do município de Palmeiras na Chapada Diamantina, Bahia.

Está situada a 72,5 km de Lençóis, o mais popular destino turístico da Chapada Diamantina e a 476 km de Salvador.

É possível chegar lá de avião, carro ou ônibus saindo de Salvador. De outros destinos da Chapada, ou até mesmo outras cidades maiores da Bahia é possível fazer o trajeto de carro ou ônibus (possivelmente com uma troca de ônibus no meio do caminho.

A seguir, você vai encontrar os detalhes que precisa para planejar o seu itinerário para o Capão.

 

COMO CHEGAR NO VALE DO CAPÃO DE ÔNIBUS

A maioria dos ônibus que param em Lençóis seguem para depois para Palmeiras, de onde se pode pegar um transporte especial que faz o transporte até o Vale do Capão em cerca de 30 minutos.

Os horários das vans ou “rurais” que fazem o trajeto entre Palmeiras e o Vale do Capão geralmente estão sincronizados com o dos ônibus, então você não deve ter maiores problemas em providenciar o seu transporte.

De Salvador até Palmeiras, a viagem deve durar cerca de 6 horas e custar pouco menos de 100 reais. A empresa Real Expresso faz este trajeto e você pode conferir os detalhes clicando aqui.

 

COMO CHEGAR NO VALE DO CAPÃO DE CARRO

Fiz metade das minhas viagens ao Vale do Capão de carro com o objetivo de estendar a viagem à outros destinos na Chapada Diamantina. Acredito ser a melhor opção para chegar e se locomover não só no Capão, mas em todo o parque, inclusive já falei aqui sobre a minha sugestão de roteiro na Chapada.

A minha sugestão de itinerário saindo de Salvador é a seguinte: Comece na rodovia BR 324 com sentido à cidade de Feira de Santana. A distância entre as duas cidades é de 106 Km. No anel rodoviário de Feira de Santana, contorne a cidade e pegue a saída do Anel no sentido Rio de Janeiro.

Dirija por mais 8 quilômetros, e pegue a saída em direção a Ipirá. A distância entre Feira de Santana e Ipirá é de 100 km. Chegando em Ipirá, logo após o posto de gasolina que fica na entrada da cidade, dobre à esquerda para pegar a rodovia que liga Ipirá à cidade de Itaberaba, que é a BA 488.

A distância entre Ipirá e Itaberaba é de cerca de 70 km. Saindo de Ipirá pegue a BR 242 no sentido de Lençóis (que vai para Brasília). Continue pela BR 242 até Palmeiras e ao chegar lá, pegue o caminho que leva à “Caeté Açu”.

A estrada entre Palmeiras e Vale do Capão é majoritariamente de barro, então esteja preparado para dirigir nestas condições. Já viajamos com o Novo Palio da Fiat e com o Up da Wolskwagen e nunca tivemos problemas, mas se puder, vale a pena fazer esta viagem com um veículo 4×4!

ALUGUE O SEU CARRO: Faça a cotação com as melhores locadoras de veículos para viagem e garanta a assistência em português em caso de emergência.

 

COMO CHEGAR NO VALE DO CAPÃO DE AVIÃO

Essa é a opção mais incomum para chegar no Vale do Capão, mas se for do seu interesse, vale saber que voos regulares partem do aeroporto de Salvador para o Aeroporto Horácio de Matos (nas imediações de Lençõis), às  quintas e domingos.

Azul Linhas Aéreas opera este voo e para verificar mais detalhes clique aqui para consultar o site da Azul.

O voo entre Salvador e Lençóis tem duração de apenas 45 minutos e o aeroporto de Lençóis está a apenas 20 km da cidade. De lá, você pode alugar um carro e seguir viagem para o Vale do Capão, contratar um serviço de transporte ou taxi, ou até mesmo pegar o ônibus até Palmeiras e de lá um transporte pra Caeté Açu.

 

QUANTOS DIAS FICAR NO VALE DO CAPÃO

Dicas de viagem Vale do Capão

Poucos lugares no mundo são tão marcantes quanto o Vale do Capão e sua energia, atrações, dinâmica e pessoas são verdadeiramente indescritíveis – mas, quem reservar um tempinho de qualidade para experienciar com calma tudo que o Capão tem para oferecer vai entender do que estou falando 🙂

Por isso, a minha sugestão é que evite visitar o Capão em um bate-volta saindo de Lençóis, e resere pelo menos uns 3 dias do seu roteiro pela Chapada Diamantina para explorar as trilhas da região e sintonizar com a energia relaxada e mística do Vale do Capão.

Se quiser sentir o efeito mágico que o Vale do Capão pode causar no seu corpo e alma, sugiro fortemente que reserve uns 5 dias por lá!

 

O QUE LEVAR NA MALA PARA O VALE DO CAPÃO

Para as trilhas, recomendo que levem calças leggings ou calças de tecido apropriado para trekkings. Já para a parte de cima, leve blusas frescas e de preferência de tecido cuja secagem seja rápida e chapéus ou bonés para proteger do sol.

Para os pés sugiro que levem botas apropriadas para trilhas ou, em último caso, um tênis confortável que já tenha sido usado em outras trilhas.

Para a noite, sugiro que levem roupas aquecidas já que todas as cidades da Chapada Diamantina apresentam amplitude térmica e temperaturas bem frias.

Além disso, recomendo levar na mala protetor solar, repelente, roupas de banho e acessórios de fotografia de sua preferência.

 

O QUE FAZER

NO VALE DO CAPÃO

O que fazer no Vale do Capão

Para que este post não ficasse excessivamente longo, publicamos um post completo sobre as trilhas e atrativos do Vale do Capão em uma página destacada e que pode ser acessada clicando aqui.

Mas, em resumo, as atrações imperdíveis do Vale do Capão são (as atrações que podem ser combinadas foram listadas conjuntamente):

Morrão e Cachoeira de Águas Claras

Cachoeira da Purificação e do Poço Angélica

Cachoeira do Rio Preto e Rodas

Cachoeira da Fumaça por cima

Conceição dos Gatos

Dicas do Vale do Capão na Chapada Diamantina

Não é necessário contratar guias para a maioria das trilhas curtas como o Riachinho e Conceição dos gatos, mas fortemente aconselhado para as trilhas mais longas.

Você pode entrar em contato com a associação de guias do Vale do Capão e acordar os valores e detalhes do seu roteiro, ou também pedir para a pousada para recomendar guias da confiança deles!

 

ONDE FICAR

NO VALE DO CAPÃO

Onde ficar no Vale do Capão

Já me hospedei em diversas pousadas no Vale do Capão, assim como já aluguei casas para passar uns dias em família ou em grupos maiores, e tenho ótimas indicações para a sua viagem.

Na minha última viagem ao vale, me hospedei na Pousada Tarumim, uma pousada deliciosa, moderna, super aconchegante e com preços super razoáveis. Neste post aqui publiquei uma review da pousada e se tiver interesse você pode conferir os detalhes clicando aqui!

Também já me hospedei na clássica Pousada Pé no Mato, que tem quartos super confortáveis, localização super central, café da manhã maravilhoso e ainda por cima organiza passeios e excursões na Chapada Diamantina. Considero esta uma opção sem erro pra quem quer visitar o Vale do Capão com toda comodidade e contar com a extensa experiência do staff da pousada!

A pousada Lagoa das Cores é uma das mais belas do Vale do Capão e um verdadeiro sonho de consumo para mim. Quem sabe da próxima vez, afinal de contas já paquero esta hospedagem há anos!

Clicando aqui você pode pesquisar as melhores opções de hospedagem no Vale do Capão e fazer sua reserva no Booking.com com descontos especiais para leitores do blog. Há muitas opções de hospedagem disponíveis na cidade, para todos os preços, gostos e perfis, tenho certeza que vai encontrar uma opção excelente para sua viagem!

 

ONDE COMER

NO VALE DO CAPÃO

Onde ficar no Vale do Capao Chapada Diamantina

As opções de alimentação no Vale do Capão são magníficas e perfeitas para os amantes de comida natural, orgânica e caseira. Eu sempre acabo comendo demais em minhas viagens ao Capão por não conseguir resistir à diversidade de opções deliciosas e nutritivas!

Os restaurantes no Vale do Capão são muito sazonais, então não se surpreenda se não achar os restaurantes das dicas que passaremos aqui abertos durante a sua visita.

De qualquer forma, tenha certeza que mesmo que os restaurantes estejam fechados, certamente encontrará outros tão ou ainda mais incríveis com uma pesquisa básica!

 

Pico do Açaí

Para o almoço, lanches, sucos e açaí sugiro o Pico do Açaí, um restaurante simples, mas super aconchegante.

Todos os dias oferecem pratos feitos por R$ 15,00 com opção vegetariana com falafel e vegetais. A comida é maravilhosa e o ambiente também – procurem o garçom Moisés, uma grande figura!

Próximo do Pico fica a Pizzaria Bar e Restaurante Varanda que serve pratos deliciosos e com preços camaradas.

 

Restaurante Casa da Ana

O Restaurante Casa da Ana é novo e nos surpreendeu bastante na última visita ao Capão. Serve comida caseira italiana maravilhosa e os pratos custam cerca de R$ 40,00.

Ele está localizado na rua da entrada da Trilha da Cachoeira da Fumaça.

 

Pizzaria Al Capone

Essa pizzaria faz o maior sucesso!

Serve pedaços de pizza vegetarianas por R$ 3,00 e tem um excelente movimento na noite do Vale do Capão.

 

Pachamama

O Pachamama é o restaurante vegetariano gourmet do Vale do Capão. Serve pratos são simplesmente maravilhosos e as sobremesas incríveis (não deixe de provar a banana flambada).

Visitar o Pachamama é uma experiência gatronômica incrível e imperdível no Capão. O restaurante funciona apenas nos finais de sexta a domingo e feriados.

 

Mediterrâneo

Excelente opção de comida italiana no centro do Vale do Capão, ambiente rústico e acolhedor e comida maravilhosa.

 

Restaurante da Dona Dalva

Dona Dalva é um ícone do Vale do Capão e sua comida, principalmente o seu almoço, é muito apreciado por todos. Não deixe de passar lá para experimentar o seu Prato Feito e de quebra prove o geladinho de coco!

 

Restaurante Galpão

O Restaurante Galpão é super tradicional no Vale do Capão e serve massas, crepes, sanduíches, omeletes e muitas outras opções!

 

Pizzaria Capão Grande

A pizzaria é um clássico do Vale do Capão. A massa das pizzas é integral e os recheios são bem leves, super recomendo!

 

Não se vá! Confira também os outros posts sobre a Chapada Diamantina

Arquivado em: Bahia, Chapada Diamantina
 

Agradecemos muito se organizar a sua viagem com links abaixo (com descontos!), pois vai incentivar o blog com uma pequena comissão sem pagar nada a mais por isso. Obrigada desde já!

 

LEIA TAMBÉM...

Lara Nogueira

Sobre Lara Nogueira

No blog, Lara une a sua paixão por viajar com a de escrever. Seus relatos têm o objetivo de fazer os leitores viajarem (antes mesmo de sair de casa) através de um estilo único de narração que invoca os sentimentos e sentidos, combinada com dicas úteis e imagens dos destinos que visita.

Sua curiosidade e fascinação pelo novo fazem com que esteja sempre em busca de experiências únicas. Não é a toa que deixou a calorosa Bahia para chamar Estocolmo na Suécia de lar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SUPER


descontos

Reserve a sua viagem utilizando os nossos descontos exclusivos!
EU QUERO!