Top
PLANEJE A SUA VIAGEM

O Swiss Travel Pass vale a pena? Como funciona?

O Swiss Travel Pass vale a pena Como funciona Tudo que você precisa saber

Vale a pena iniciar este post afirmando que não existe resposta pronta para a pergunta clássica sobre se “O Swiss Travel Pass vale mesmo a pena?”.

Isto porque, o custo benefício do passe será determinado de acordo com o seu roteiro, dias disponíveis e interesses de viagem e, sendo assim, vale a pena fazer uma análise específica para os seus planos. E este post está aqui para te ajudar neste processo! 🙂

Se por um lado é verdade que o Swiss Travel Pass tem preços bem salgados, é também inegável que se pode economizar muito ao utiliza-los em uma viagem dinâmica com muitos deslocamentos pelo país, especialmente se estiver planejando fazer os passeios de trem panorâmico, sobre o qual já escrevemos neste post aqui.

E para te ajudar no dilema sobre se vale ou não a pena comprar o Swiss Travel Pass, preparemos estes post com todas as informações que você precisa saber para tomar uma decisão consciente e econômica. Vamos lá?

LEIA TAMBÉM: Todos os posts já publicados no blog sobre a Suíça clicando aqui.

 

NOVIDADE!

Ebook Suíça

 

O QUE É O SWISS TRAVEL PASS

 

Swiss Travel Pass dicas de viagem

O Swiss Travel Pass é o passe turístico que a Swiss Travel System criou para que os viajantes possam viajar de forma ilimitada nos melhores meios de transporte do país, sejam eles o trem, ônibus, ou o barco.

Além das viagens ilimitadas, o passe oferece descontos em diversas atrações turísticas no país, desde teleféricos, trens de montanha a rotas panorâmicas, além de transporte público na cidade.

A ideia do passe é combinar comodidade e economia, pois os portadores podem utilizar o transporte quando e como quiserem e ter a segurança da economia em planos flexíveis de viagem.

O SEGURO VIAGEM É OBRIGATÓRIO NA SUÍÇA: Faça aqui a cotação com as melhores seguradoras do mercado e garanta desconto de 5% com o código “OMUNDOEPEQUENO5” e assistência em português em caso de emergência.  

 

O QUE ESTÁ INCLUÍDO NO SWISS TRAVEL PASS

 

Swiss Travel Pass dicas de viagem

Os portadores do Swiss Pass podem utilizar todos os meios de transporte público na Suíça, que incluem trem, ônibus, trams e barcos de forma ilimitada e sem necessidade de reserva antecipada.

Inclusive, é também possível utilizar o Swiss Travel Pass para viajar nos trens panorâmicos do país, que são simplesmente imperdíveis e custam bem caro se comprar as passagens de forma aleatória. Para saber tudo sobre os passeios de trem panorâmicos na Suíça e como organizar o seu roteiro clique aqui.

Este na verdade é um dos maiores benefícios do passe, sendo possível aproveitar diversas rotas panorâmicas que têm um preço elevado por apenas um valor.

Nas cidades, os transportes públicos urbanos podem ser utilizados sem custo adicional. Além disso, mais de 500 museus e outras atrações como o Monte Rigi, Monte Pilatus e outros oferecem entrada de graça para os portadores do Swiss Travel Pass.

Para completar, o passe confere 50% de desconto para diversas atrações super populares na Suíça como por exemplo o Gornegratt em Zermatt. Outro exemplo de economia utilizando o Swiss Travel Pass é o passeio do Jungfraujoch.

 

VALE A PENA COMPRAR O SWISS TRAVEL PASS?

 

Para decidir sobre a compra ou não do passe ou qual a melhor modalidade para a sua viagem, sugerimos que faça uma previsão de quantos trechos de trem vai querer percorrer, se vai passar alguns dias sem viajar de trem e se utilizará algum desconto ou atração inclusa no passe.

Para consultar as nossas sugestões de roteiro de viagem de 5, 7, 10, 12 e 15 dias na Suíça clique aqui.

 

Passagens de trem, barco e ônibus

 

Para mensurar se o Swiss Pass vai ser vantajoso para você sugerimos que crie uma planilha ou documento com a simulação dos trechos de viagem que pretende fazer na Suíça.

Depois, confira no site da SBB, a companhia de transportes da Suíça, os valores das passagens dos trajetos que pretende fazer e calcule o total.

Lembre-se também que os trajetos de trem entre os aeroportos e as cidades estão inclusos no passe e sendo assim também insira estes valores no cálculo.

Para mensurar se o Swiss Pass vai ser vantajoso para você sugerimos que crie uma planilha ou documento com a simulação dos trechos de viagem que pretende fazer na Suíça.

 

Trens panorâmicos

 

Os trens panorâmicos são uns dos maiores atrativos turísticos da Suíça e estão completamente inclusos no Swiss Travel Pass.

Se você pretende fazer um ou mais passeios, pode ter certeza que comprar o passe vale muito a pena, pois as passagens unitárias são bem caras.

Para conferir todas as dicas sobre os trens panorâmicos e programar o seu roteiro clique aqui.

 

Passeios e transporte urbano

 

Além disso, verifique se pretende fazer os passeios inclusos no passe e se vai utilizar transporte público nas cidades que vai visitar. Caso positivo, some estes valores ao seu cálculo!

 

Descontos em atrações

 

Confira os descontos ou gratuidade oferecidos nas atrações e leve estes valores em consideração no cálculo se o Swiss Travel Pass vale a pena. Em alguns casos, como o Gornegratt por exemplo, a economia pode ser bem significativa para os portadores do passe.

O Swiss Pass dá acesso gratuito à Montanha Rigi em Lucerna, Montanha Schilthorn Piz Glória em Lauterbrunnen e Stanserhorn.

Além disso, oferece desconto na montanha Pilatus, no Gornegratt, First em Grindewald, a montanha Tiltlis em Engelberg e muito mais. Sendo assim, certifique-se de consultar se as atrações que pretende visitar estão inclusas no passe e caso afirmativo, verá o que Swiss Travel Pass valerá a pena para você.

 

Verifique se há descontos disponíveis para as viagens

 

A SBB oferece ótimos descontos para passagens em horários específicos, para compra com 20 dias de antecedência através do sistema Super Saver Ticket.

Para conferir se as tarifas promocionais estão disponíveis para a sua viagem, acesse o site e clique na opção Travelcards & tickets e depois  Super Saver Tickets ou se preferir clique aqui.

Para procurar as tarifas promocionais, preencha os campos de origem, destino e data da viagem e escolha a opção “No Reduction” que se aplica aos turistas.

Assim, poderá verificar se as tarifas promocionais que chegam a até 50% do valor original estão disponíveis e caso estejam, podem impactar muito o seu cálculo sobre se o Swiss Pass vale a pena e você pode decidir comprar passagens unitárias ao invés do passe.

Mas, lembre-se que estas passagens são apenas para horários e trechos específicos e que você não vai ter a flexibilidade oferecida pelo Swiss Travel Pass.

 

VIAJE CONECTADO: Confira aqui os melhores pacotes de internet e ligações para viagens internacionais e compre com 10% de desconto usando o código 

 

Leve em conta fatores não quantificáveis!

 

O passe oferece uma flexibilidade incrível de horários, pois você pode simplesmente decidir na hora qual o melhor trem para você.

Sendo assim, você pode deixar o seu roteiro mais espontâneo e utilizar o passe para pegar o próximo trem sem compromissos com compras antecipadas.

 

QUANDO VALE A PENA COMPRAR O SWISS PASS?

 

Em linhas gerais, entendemos que o Swiss Pass não vale a pena se sua viagem pela Suíça tiver menos de 3 dias ou caso pretenda ficar em cidades maiores sem viajar muito pelo país, fazer passeios panorâmicos e ou fazer bate e voltas.

Além disso, se gosta de dirigir em viagens e fazer as rotas de forma personalizada, pode valer a pena alugar carros pois o custo será menor e poderá dividir entre os outros passageiros. Mais dicas sobre dirigir na Suíça podem ser encontradas no capítulo anterior.

Em qualquer outro cenário, o Swiss Travel Pass vale super a pena e te dará flexibilidade e comodidade para viajar o país de trem! E além do transporte, você poderá aproveitar várias atrações no país sem pagar nada a mais por isso, o que acaba sendo uma ótima vantagem!.

 

COMO COMPRAR O SWISS TRAVEL PASS

 

Os passe podem ser adquirido online ou nas estações de trem e se tiver interesse em adquirir online, lembre-se de comprar com bastante antecedência, pois neste caso receberá o passe em sua casa.

Embora a compra online seja prática, esta é a opção mais custosa, pois há uma taxa para o envio do passe, sendo a compra na Suíça a melhor opção para os viajantes.

Nas estações, o procedimento de compra é muito simples e há sempre um balcão de vendas da SBB Rail onde você pode adquirir passes, passagens únicas e trocar moedas (nós trocamos nossos Euros no escritório da SBB, pois apresentava a melhor cotação e você pode conferir o post completo sobre como trocar francos suíços clicando aqui).

Para comprar o Swiss Pass você precisa ter em mãos o seu passaporte, pois só os não residentes da Suíça podem adquirir o passe.

Ao comprar, você vai receber um passe de papel com uma pastinha e deve guarda-lo com você, de modo que tenha sempre em mãos, junto com o passaporte, pois vai precisar apresentar nas viagens quando o inspetor solicitar.

 

COMO USAR O SWISS TRAVEL PASS

 

Como usar o Swiss Travel Pass

Para usar o Swiss Pass você deve preencher no talão o seu nome e assinatura. Os fiscais do trem sempre passam conferindo as passagens e exigem que o passe seja mostrado junto com o passaporte para depois validam a viagem. Por isso, não se esqueça de levar o passaporte sempre com você em suas viagens pela Suíça.

Por isso, não se esqueça de levar o passaporte sempre com você em suas viagens de trem pela Suíça.

Para usar o Swiss Travel Pass na versão tradicional, basta preencher a data de início do passe e a validade será calculada em dias corridos.

Para o Swiss Travel Pass Flex, que será contado apenas nos dias que fizer viagens de trem, é necessário preencher com as datas da utilização e caso não faça, poderá ser multado pelo fiscal.

O grande benefício do Swiss Travel Pass é sua praticidade, pois você apenas precisa verificar os horários do trem e embarcar na opção mais conveniente para sua viagem. Para verificar os horários e os destinos dos trens, clique aqui.

Dessa forma, é possível ser espontâneo em suas viagens e fazer paradas em locais que achar interessante sem se preocupar em pagar mais por isso. Você tem direito de usar o passe de forma exaustiva!

Se tiver dúvidas sobre como utilizar os trens na Suíça, confira este post completo com todas as dicas e detalhes.

 

AS MODALIDADES DO SWISS TRAVEL PASS

 

Modalidades do Swiss Travel Pass

Saiba quais são as vantagens e desvantagens de cada passe

 

Swiss Pass Tradicional

 

O passe permite que você utilize todos os tipos de transporte abrangido pelo passe por uma determinada quantidade de dias corridos, contando com as opções de 3, 4, 8 e 15 dias.

Ele inclui algumas atrações, como por exemplo o Monte Rigi, museus e dá 50% de desconto em algumas atrações, como por exemplo o Matterhorn, em Zermatt.

Esse passe é perfeito para quem pretende montar base em alguma(s) cidades e fazer passeios diários para outras cidades ou vilarejos. E para quem sabe que vai fazer viagens de trem e ou passeios inclusos no passe todos os dias após a primeira utilização.

Há diferença de preço para os menores de 26 anos, são os passes para Youth e também para as crianças. Os valores atualizados você encontra AQUI.

 

 Swiss Pass Flexi

 

O Swiss Flexi Pass é um ótimo passe para quem não pretende viajar de trem todos os dias.

Neste caso, você compra o passe de acordo com quantidade de dias não consecutivos que pretende viajar e pode usar eles da forma mais adequada aos seus planos, sendo que nos dias em que utilizar o passe você tem direito a usar todos os trajetos, inclusive as rotas panorâmicas.

 As opções são 3, 4, 8 e 15 dias não consecutivos e os preços atualizados você encontra AQUI.

Para que esse passe seja interessante para você, os trajetos de trem que compraria avulsos devem ter valores altos, como por exemplo trens panorâmicos.

Outra forma de compensar o valor do passe é utilizando o desconto de 50% em diversas atrações, como por exemplo o Matterhorn e o Gornegrat em Zermatt, além de atrações que estão totalmente inclusas no passe, como o Monte Rigi em Lucerna.

A melhor vantagem neste passe é que você pode adequar os seus planos e horários diários e não precisa ficar preso a horário de passagem comprada com antecedência e pode para em cidades no meio do caminho só para conhecer.

Atenção: Para se beneficiar com os descontos de 50% nas atrações você precisa “utilizar” um dia no seu passe. Não é mais possível obter o desconto apenas sendo portador do passe sem ativar um dia.

 

Swiss Transfer

 

Esse passe permite que você use os trechos de ida e volta de um aeroporto ou cidade que faz fronteira com a Suíça até o seu destino, desde que o trecho seja feito em apenas um dia e na rota mais direta disponível, ou seja, sem paradas a não ser para trocar de trem.

Se você vai chegar na Suíça, visitar apenas uma cidade e voltar para uma cidade fronteiriça ou para um aeroporto em no máximo um mês esse passe pode ser interessante para você.

Esse passe não pode ser adquirido na Suíça, somente em outro país ou online.

 

VANTAGENS DO SWISS TRAVEL PASS

 

A grande vantagem dos passes de trem na Suíça é a flexibilidade de organização dos roteiros, de horários e os descontos em diversas atrações no país.

Se na sua viagem você vai se locomover apenas entre as cidades, usando apenas um trecho por dia, talvez o Swiss Pass não seja interessante para você.

Mas, se você pretende ficar hospedado em uma cidade e fazer viagens diárias para conhecer outras e ainda tem interesse em conhecer atrações inclusas ou com desconto com o Swiss Pass, ele certamente será uma ótima opção para a sua viagem.

Na hora de fazer as contas, é importante levar em conta que o Swiss Pass dá direito a transporte público nas cidades e barcos, como o que leva ao Monte Rigi em Lucerna.

Além disso, os portadores de Swiss Pass têm direito a entrar em diversas atrações como o Castelo de Chillon e o tour do Monte Rigi completamente gratuitos e direito a 50% em alguns passeios nas montanhas, como o Jungfrau, Gornegrat e Matterhorn Glacier Express.

Além disso, as rotas panorâmicas da Suíça, como o Glacier Express, Bernina Express e o Golden Pass Line estão inclusas nos passes de trem e se você pretender fazer um ou mais desses trechos vale muito a pena comprar o passe.

 

LEIA TAMBÉM: Todos os posts já publicados no blog sobre a Suíça clicando aqui.

Arquivado em: Suíça, Trens na Suíça
 

Agradecemos muito se organizar a sua viagem com links abaixo (com descontos!), pois vai incentivar o blog com uma pequena comissão sem pagar nada a mais por isso. Obrigada desde já!

ㅤHOTEL: Reserve com tarifas diferenciadas com a Booking.com

ㅤAIRBNB: Cadastre-se e ganhe R$ 190 de bônus no Airbnbpara usar na primeira reserva - é totalmente grátis!

ㅤSEGURO VIAGEM: Pesquise com a Real Seguros e também com a Seguros Promo (5% com o código "OMUNDOEPEQUENO5"!)

ㅤINGRESSOS: Evite filas com ingressosda Get Your Guide ou com a Ticketbar

ㅤALUGUEL DE CARRO: Cote com a Rental Cars e também com a Rent Cars e conte com assistência em português

ㅤINTERNET: Chip internacional com a Viaje Conectado (15% de desconto com o código "omundoepequenoparamim") e também com a Easysim4u

ㅤPASSAGEM AÉREA: Passagens aérea com tarifas imperdíveis com a Passagens Promo

 

LEIA TAMBÉM...

Lara Nogueira

Sobre Lara Nogueira

No blog, Lara une a sua paixão por viajar com a de escrever. Seus relatos têm o objetivo de fazer os leitores viajarem (antes mesmo de sair de casa) através de um estilo único de narração que invoca os sentimentos e sentidos, combinada com dicas úteis e imagens dos destinos que visita.

Sua curiosidade e fascinação pelo novo fazem com que esteja sempre em busca de experiências únicas. Não é a toa que deixou a calorosa Bahia para chamar Estocolmo na Suécia de lar!

Comentários

  1. AvatarVivianne diz

    Oi Lara!! Parabéns pelo excelente blog! é muito difícil acharmos informações sobre Zermatt de forma tão detalhada como você fez. Ajudou-nos muito!! Obrigada!!
    Ainda estou em dúvida quanto ao swisspass… Não entendi direito a diferença do Flex pro Tradicional…seria somente o fato de que no flex os dias são intercalados? Ou seja, no tradicional tb é possível parar em cidades no meio do caminho só para conhecer e depois continuar viagem? Nosso roteiro está assim: 1Zurique-2Lucerna-3(Lucerna-Berna-Lucerna)-4Zermatt-5Zermatt-6Zermatt-7Zurique-Aeroporto. São 7 dias. Estávamos pensando em pegar o tradicional, mas agora não sei mais se vai dar certo e se é melhor o flex…O que você acha? Tem como me ajudar?

    • Lara NogueiraLara Nogueira diz

      Olá Vivianne, fico feliz em ter ajudado.

      A ideia do blog surgiu depois de voltar de Zermatt, pois tive muita dificuldade em encontrar informações completas na internet e senti que devia compartilhar as dicas com os outros viajantes e é muito gratificante saber que estamos ajudando vocês a conhecer este paraíso!

      Olha, em relação ao Swiss Pass, a diferença do flex é que ele só conta nos dias utilizados e o convencional conta dias corridos. Ou seja, pelo que você descreveu entendo que só vai precisar utilizar o passe nos seguintes dias: 1 – Zurique-Lucerna, 2 – Bate e volta para Berna, 3 – ida para Zermatt e 4 – Zermatt – aeroporto Zurique. É isso mesmo? Neste caso indico que compre o Swiss Flex Pass de 4 dias, pois só vai usar o passe de trem para fazer esses percursos e em Zermatt não vai precisar usar.

      Se você pegar o Swiss Pass regular de uma semana também vai dar certo, mas você vai acabar pagando mais para usar por 7 dias e efetivamente só vai utilizar 4, pois os outros 3 em Zermatt não vai precisar.

      Nós fizemos um roteiro semelhante ao seu e pegamos um Swiss Flex Pass, pois ficamos 5 dias em Zermatt sem usar o passe. Para nós, essa foi a melhor opção e acredita que seja para você também.

      Se precisar de ajuda é só falar!!

  2. Avatarsuzana moreira diz

    Ola Lara,
    Adorei o seu Blog. Tenho muita vontade de conhecer melhor a Suica e lendo tudo que vc escreveu me deixou ainda mais empolgada. Em alguma parte do site, vi algo para ajudar na seleção dos numerosos destinos dentro deste país apontando duas ou três opções de destinos semelhantes, tais como: cidades a beira de lagos, cidades com neve eterna e etc. Fato é que não o encontro mais. Vc poderia me ajudar a localizar este item? Grata!

  3. Avatarpaulo chagas diz

    bom dia uma divida sobre o swiss pass se eu comprar por exemplo para 4 dias não continuos, e em um dia eu for no monte riggi que com ele é gratuito é contado esse dia como utilização, ou só conta quando pego os trens entre as cidades?

    • Lara NogueiraLara Nogueira diz

      Olá Paulo, tudo bem?

      Se você utilizar os meios de transporte inclusos no Swiss Pass sem comprar tickets unitários terá que usar um dia do passe. Sendo assim, sugiro que faça a sua programação e considere os custos dos trajetos que vai fazer no dia para concluir se vale ou não a pena “gastar” um dia do passe .

      Abs e boa viagem 🙂

  4. AvatarSara Pezatto diz

    Lara,

    Parabéns pelo blog, ele é bem detalhado e contém informações riquíssimas!!
    Estou planejando uma viagem a Zermatt e seu blog está me ajudando e muuuito, obrigada ♥

  5. AvatarDenise diz

    Ola Lara,

    Adorei seu blog, sou agente de viagens e sempre acabo programando com antecedencia, pq né kkkk fui em 2015 pra Suiça e só fiz Jungfrau, Interlaken e ZRH, agora vou para Zermatt em Novembro.
    Gostei muito do e-book, ele tem infos sobre como passear em Zermatt, ir ao Holly Park subir para Gornergrat e demais atrativos por lá?

    • Lara NogueiraLara Nogueira diz

      Olá Denise,

      Muito obrigada pelo seu feedback, não imagina o quanto ele é gratificante para nós.

      Ai que maravilha, voltar para Suíça é um privilégio e tenho certeza que vai aproveitar e cutir muito!

      Não, o Ebook não tem muitos detalhes sobre Zermatt, mas é mais focado no planejamento de viagem, assim como em sugestões de roteiros para o país.

      Para mais detalhes sobre Zermatt, consulte os posts a seguir: https://omundoepequenoparamim.com.br/category/zermatt

      Abs e boa viagem 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SUPER


descontos

Reserve a sua viagem utilizando os nossos descontos exclusivos!
EU QUERO!