Top
PLANEJE A SUA VIAGEM

Cerimônia de cremação em Kathmandu no Nepal – Templo Pashupatinath

Cerimônia de cremação em Kathmandu no Nepal

Confira neste post um relato sobre a cerimônia de cremação em Kathmandu no Nepal e se inspire a viver esta experiência única.

Uma das experiências mais incríveis que tive no Nepal, e por que não dizer no mundo todo, foi assistir uma cerimônia de cremação no Templo Pashupatinath em Kathmandu.

Havia lido alguns relatos sobre a cerimônia e tinha uma curiosidade imensa de vivenciar de perto uma cremação hinduista. Mas, nem nas minhas expectativas mais lúdicas, imaginei ter uma experiência tão reflexiva e transformadora quanto a que tive!

É algo que indico a todos que planejam visitar o Nepal e a seguir, você vai encontrar o meu relato sincero sobre a experiência, combinado com dicas práticas para que você também possa vivenciar este momento único.

TUDO SOBRE O NEPAL: Clique aqui e confira todos os posts com dicas de viagem e roteiros do Nepal.

 

TEMPLO PASHPATINAH EM KATHMANDU

DICAS PRÁTICAS E HISTÓRIA

Cerimônia de cremação em Kathmandu no Nepal

Chegamos no Templo Pashupatinath em Kathmandu depois de uma curta caminhada desde o nosso hotel Dwarika e de início passeamos pelos pátios principais do complexo.

Ficamos decepcionados com a ausência de informações disponíveis aos visitantes e impressionados com a quantidade de abordagens de guias oferecendo uma visita guiada ao complexo.

Declinamos as abordagens educadamente, mas acredito, sinceramente, que ter tido a companhia de uma guia em nossa visita teria enriquecido a nossa visita no ponto de vista cultural e religioso. E se me lembro bem, o serviço do guia personalizado custa 15 dólares por casal, mas pode ser negociado.

Por outro lado, fico feliz que tivemos a oportunidade de caminhar por conta própria e absorver as impressões e diferenças com calma e curiosidade.

Cerimônia de cremação em Kathmandu no Nepal

A escolha entre contratar ou não um guia para a sua visita é bem pessoal e deve ser determinada de acordo com disponibilidade financeira e interesse em história e cultura local.

De qualquer forma, preparamos um resumo das informações mais importantes para que você possa se preparar e visitar o complexo por conta própria, caso não tenha interesse em contratar um guia. Vamos lá?

O completo Pashupatinath foi classificado como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1979 e está situado às margens do rio Bagmati, o qual tem caráter sagrado para os hindus e por isso abriga cerimônias de cremações em suas redondezas.

Templo de Pashupatinath em Kathmandu

O Templo de Pashupatinath é o templo hindu mais antigo de Kathmandu e não se sabe ao certo quando foi construído, já que há tradições que remontam ao século III a.C. e outra que falem sobre o início do século V d.C.

De qualquer forma, sabe-se com certeza que o complexo foi construído antes do advento do cristianismo e que representa um dos locais religiosos mais importantes para o povo nepalês.

No complexo, há pagodas menores decoradas com o lingam, o símbolo fálico da divindade Xiva, o deus responsável pela destruição para dar início ao novo. E nesses templos, e possível visitar o interior.

Em outros o acesso é limitado à hinduistas – inclusive o templo principal do complexo, o Pashupatinath propriamente dito.

Este templo ergue-se no meio de um pátio aberto e tem forma quadrada. Há esculturas de diversas divindades hinduistas espalhadas pelo pátio e os tetos dos edifícios são coberto a ouro!

NÃO VIAJE SEM SEGURO: Faça aqui a cotação com as melhores seguradoras do mercado e garanta desconto de 5% com o código “OMUNDOEPEQUENO5” e assistência em português em caso de emergência.  

Cerimônia de cremação em Kathmandu no Nepal

Se tiver curiosidade, saiba que é possível caminhar nas escadarias situadas na parte de trás do templo e observar a parte externa dos templo e a rotina dos seus visitantes. Fica a dica!

A restrição da visita não se aplica ao local onde as cremações são realizadas, portanto, visitantes de todo o mundo podem participar e observar de perto todas as fases da cremação às margens do rio. E sobre ela falaremos a seguir.

HOTÉIS COM TARIFAS IMPERDÍVEIS: Clique aqui e reserve o seu hotel com tarifas imperdíveis e cancelamento gratuito.

 

CERIMÔNIA DE CREMAÇÃO EM KATHMANDU

UMA TOCANTE EXPERIÊNCIA

Templo de Pashupatinath em Kathmandu

No Nepal, mais especificamente no Templo Pashupatinath em Kathmandu, tive a oportunidade de vivenciar uma cerimônia de cremação hunduista às margens do rio Bagmati.

Sem sombra de dúvidas, posso afirmar que esta experiência foi uma das mais transformadoras e únicas que já tive a oportunidade de vivenciar em todas as minhas andanças pelo mundo.

Não há como negar que é impactante ver de perto corpos sendo queimados e entendo perfeitamente que esta não é uma experiência para todos e que muita gente se sentirá extremamente desconfortável.

Porém, em minha perspectiva, a beleza do ritual, suas cores, cânticos e acima de tudo a participação dos familiares no processo de cremação foi algo tocante e lindo de se ver.

LEIA TAMBÉM: Por que você deve visitar o Nepal

Para mim, assistir à cremação foi uma oportunidade de expandir a consciência e o respeito acerca da diversidade do mundo e de deixar para trás pré conceitos firmados durante a vida. Foi um momento de relembrar o motivo pelo qual viajo e de me tornar ainda mais curiosa pelo diferente e pelo que ainda não sei!

O ritual em si é acompanhado com muita tristeza pelos que se vão, porém, a crença na reencarnação e na continuidade e evolução da vida faz com que a cerimônia seja celebrada com certo entusiasmo, já que este é um rito de passagem muito importante para a religião.

Talvez seja importante esclarecer neste momento que a religião hindu tem a reencarnação como um de seus mais importantes alicerces. Os adeptos do hinduísmo acreditam no processo evolutivo da alma e no renascimento em outros corpos. Sendo assim, a morte é etapa fundamental neste processo e parte da roda que possibilita à evolução espiritual que em seu grau máximo leva ao nirvana.

Os Hindus acreditam que o fogo funerário liberta e purifica a alma do corpo material e é um dos passos para a iluminação espiritual e por isso o ritual é celebrada com entusiasmo e muito respeito.

Porém, este processo não é para todos, e homens considerados santos, assim como crianças e mulheres grávidas devem ter o seus corpos atirados nos rios sagrados amarrados com pedras para afundar. E essa é uma prática muito comun no Rio Ganges na Índia.

O processo de cremação dura cerca de 4 horas e é liderado pelo filho mais velho. O primeiro passo é a preparação do corpo e neste momento mulheres são convidadas a lavar o corpo do morto nas escadarias nas margens do rio, depois envolver em óleos essenciais, ungir com perfumes e cobrir com guirlandas coloridas e pétalas de flores.

Esta parte é acompanhada de orações ao deus da morte, Yama, e depois o corpo é disposto no altar sobre piras crematórias com os pés apontando para o sul.

Os corpos devem ser desnudos e cobertos com lençóis brancos e laranjas e colocados sobre piras crematórias compostas de madeiras e palhas e madeiras especiais como o sândalo são também acrescentadas para disfarçar o cheiro de carne sendo queimada.

Na boca do morto, coloca-se um graveto de cânfora para purificar a passagem da alma e o filho mais velho acende as chamas da cremação dando três voltas ao redor do altar em sentido horário.

Demora um pouco para o fogo de instalar e o filho mais velho é o responsável por fazer com que a madeira queime adequadamente, assim como acender incensos purificadores.

Para a minha surpresa, não senti qualquer odor desconfortável durante a cremação e observei que é comum para locais irem para as margens do rio honrar a passagem de pessoas desconhecidas com orações.

É um convite à reflexão sobre a nossa mortalidade e no que sobrevive depois que nossos corpos deixam de existir – pelo menos no sentido funcional da anatomia.

Me fez pensar em como eu gostaria que meu ritual de despedida fosse eainda mais nas pessoas que gostaria que estivessem lá “acendendo a minha pira crematória” e honrando a minha memória quando o meu momento chegar.

Confesso que fiquei muito envolvida e emotiva. Refletir muito sobre a importância da família, nos valores e na forma que quero viver a minha vida para que possa ser honrada e lembrada pelos meus quando for a minha vez de despedir deste plano.

Sim, fiquei bastante filosófica e acredito ser impossível vivenciar este momento sem se deixar tocar pela força e intensidade da tradição hunduísta! Vale a pena experienciar e sentir na pele o que este momento vai trazer para a sua vida.

Ao final, quando o corpo se transforma completamente em cinzas, os restos são recolhidos pela família e lançado nas águas sagrados do rio Bagmati.

Neste momento, há um ritual religioso na outra margem do rio, cuja beleza impressiona e marca definitivamente a experiência de vida e morte no templo Pashupatinath.

VIAJE CONECTADO: Confira aqui os melhores pacotes de internet e ligações para viagens internacionais e compre com 10% de desconto usando o código 

A cerimônia religiosa dura cerca de 45 minutos e tem um clima festivo, com danças, fogo e tambores para marcar a transição das almas. Assistir ao ritual foi a forma perfeita de finalizar a minha experiência, já que trouxe ao ambiente um clima mais festivo e belo, deixando claro que por trás do luto há a entusiasmo pelo processo das almas.

Cerimônia de cremação em Kathmandu no Nepal - Templo Pashupatinath

A tradição é que após a cremação do pai, o filho mais velho deve ficar recluso dentro do templo Pashupatinath por 13 dias e vestir-se de branco por um ano. Depois de um ano da cremação, é realizada outra cerimônia e a família então pode finalizar o processo de luto.

DESCONTO PARA LEITORES: Faça aqui a cotação com as melhores seguradoras do mercado e garanta desconto de 5% com o código “OMUNDOEPEQUENO5” e assistência em português em caso de emergência.  

 

DICAS PRÁTICAS

PARA ASSISTIR A CERIMÔNIA

Cerimônia de cremação em Kathmandu no Nepal - Templo Pashupatinath

A visita ao Templo Pashupatinath é imperdível e de preferência deve ser feita às 17:30 para ter tempo de explorar o complexo antes da cerimônia de cremação que ocorre Às 18:30 todos os dias.

Há uma tarifa de 1200 rúpias nepalesas para entrar no complexo e é aconselhável vestir-se de forma modesta, tendo em vista tratar-se de um local religioso.

Para saber mais como se vestir no Nepal, confira este post publicado sobre a Índia, cujas dicas podem ser aproveitadas para o Nepal.

Por fim, atente-se em relação à animais e vá com calçado fechado. Tivemos uma experiência no mínimo curiosa que começou quando percebemos que os locais estavam eufóricos com a nossa presença, apontando, comentando entre si e gritando coisas em nepalês em nossa direção.

Depois de alguns minutos sem entender o que estava acontecendo, finalmente realizamos que eles estavam tentando alertar que havia uma cobra bem próxima dos nossos pés, e pela reação preocupada deles era venenosa!!

Ainda bem que uma criancinha utilizou seus conhecimentos da língua inglesa e gritou “XXXXNAAAAKEEEE” em tempo oportuno para que nos conseguíssemos nos distanciar da cobra com segurança. Ufa!!

Por essas e por outras que sempre indico que viajem cobertos por seguro viagem e para contratar com as melhores seguradoras com 5% de desconto clique aqui.

 

NÃO SE VÁ! Leia também os outros posts sobre o Nepal

Arquivado em: Kathmandu, Nepal
 

Agradecemos muito se organizar a sua viagem com links abaixo (com descontos!), pois vai incentivar o blog com uma pequena comissão sem pagar nada a mais por isso. Obrigada desde já!

ㅤHOTEL: Reserve com tarifas diferenciadas com a Booking.com

ㅤAIRBNB: Cadastre-se e ganhe R$ 190 de bônus no Airbnbpara usar na primeira reserva - é totalmente grátis!

ㅤSEGURO VIAGEM: Pesquise com a Real Seguros e também com a Seguros Promo (5% com o código "OMUNDOEPEQUENO5"!)

ㅤINGRESSOS: Evite filas com ingressosda Get Your Guide ou com a Ticketbar

ㅤALUGUEL DE CARRO: Cote com a Rental Cars e também com a Rent Cars e conte com assistência em português

ㅤINTERNET: Chip internacional com a Viaje Conectado (15% de desconto com o código "omundoepequenoparamim") e também com a Easysim4u

ㅤPASSAGEM AÉREA: Passagens aérea com tarifas imperdíveis com a Passagens Promo

 

LEIA TAMBÉM...

Lara Nogueira

Sobre Lara Nogueira

No blog, Lara une a sua paixão por viajar com a de escrever. Seus relatos têm o objetivo de fazer os leitores viajarem (antes mesmo de sair de casa) através de um estilo único de narração que invoca os sentimentos e sentidos, combinada com dicas úteis e imagens dos destinos que visita.

Sua curiosidade e fascinação pelo novo fazem com que esteja sempre em busca de experiências únicas. Não é a toa que deixou a calorosa Bahia para chamar Estocolmo na Suécia de lar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SUPER


descontos

Reserve a sua viagem utilizando os nossos descontos exclusivos!
EU QUERO!