Top
DESCONTOS DE VIAGEM

O que fazer em Luxemburgo – Roteiro completo de 2 a 3 dias

O que fazer em Luxemburgo

Neste post, você vai encontrar todas as dicas sobre o que fazer em Luxemburgo em um roteiro super completo de 2 a 3 dias na cidade cobrindo as atrações turísticas mais importantes e também atividades além do óbvio.

Luxemburgo é um país totalmente único e encanta pela sua personalidade própria e relevância financeira e política na União Européia. Por sinal, antes de seguir com o roteiro, confira o guia completo com informações de viagem de Luxemburgo clicando aqui.

Três dias são recomendáveis para visitar o básico de Luxemburgo, muito embora seja possível ir além e explorar o país e suas maravilhas em mais dias – caso tenha disponibilidade.

Nós optamos por visitar Luxemburgo em três dias e dedicamos o primeiro ao centro histórico e suas principais atrações e os dias seguintes às atrações belíssimas nos arredores da capital.

Sobre o nosso roteiro completo, falaremos em detalhes a seguir, e se ainda estiver em busca de hotéis em Luxemburgo, clique aqui e reserve já seu com cancelamento grátis através do Booking.com

 

ROTEIRO DO 1º DIA EM LUXEMBURGO

 

O Centro Histórico de Luxemburgo é muito pequeno e fácil de ser percorrido a pé, sem a necessidade de utilizar transporte público ou táxis.

Nós indicamos que comece o roteiro da Place de Bruxelles, que é um dos pontos mais centrais da cidade e caminhe em direção a Place de la Constituition.

Desta praça, você terá uma boa vista da clássica Ponte Adolphe e deve aproveitar a oportunidade para tirar fotos.

 

Pont Adolphe

 

O que fazer em Luxemburgo
twiga_swala

A Ponte tem uma linda arquitetura, construída em formato de um arco, e é um símbolo nacional da independência de Luxemburgo.

Foi construída entre 1900 e 1903, e já foi considerada a maior ponte de arco construída com pedra do mundo com seu comprimento de 153 metros. A ponte possui passagem para pedestres também e está situada acima do Vallée de la Pétrusse, dividindo a cidade de Luxemburgo em duas (Cidade Alta e Plateau Bourbon).

 

Place de la Constituition

 

Da Place de la Constituition, você também terá uma visão privilegiada do Vallé de La Pétrusse, coberto de uma belíssima e surpreendente vegetação, levando em consideração a localização central.

A Place é uma praça central e quando a visitamos no mês de dezembro, estava cercada por um mercado de natal, com tendas, palco para atrações musicais e até roda gigante, dando um ar natalino e completamente diferente do habitual.

A praça pode ser reconhecida de longe pela seu monumento, a Gëlle Fra ou Mulher de Ouro, o qual é é dedicado aos voluntários luxemburgueses que lutaram com o exército francês na Primeira Guerra Mundial.

A representação dos voluntários está na própria base do monumento, uma escultura representando um soldado em luto pela morte do seu compatriota a serviço do país. 

No topo do obelisco está a Mulher de Ouro, a estátua de bronze com uma mulher segurando uma coroa, representando como se a própria estivesse colocando-a sobre a cabeça da nação. O monumento serve para simbolizar a liberdade e resistência do povo de Luxemburgo.

Após apreciar a Place de La Constituition, caminhe até a Pont Adolphe e desça pela rampa situada do lado esquerdo até o Vallé de La Pétrusse.

Não deixe de passear por esse lindo vale, cheio de jardins bem cuidados e aprecie um novo ângulo da ponte, além do contraste das construções medievais com os dias atuais.

Ainda no vale, confira a Casamatas de La Pétrusse, que são fortificações medievais que outrora protegiam a cidade, mas que hoje estão desativadas e temporariamente fechadas para visitação.

O que fazer em Luxemburgo

Depois de aproveitar o melhor que o vale tem para oferecer, siga para a ponte e suba pela escada que leva até a Rua Roosevelt.

O seguro viagem é obrigatório em viagens para Europa. Compre aqui o seu com desconto e o melhor serviço de atendimento do Brasil.

Da Rua Roosevelt atravesse a rua para conhecer a Catedral de Notre Dame e a Biblioteca Nacional (nº 73 e 55 no mapa, respectivamente).

 

Catedral de Notre Dame e Biblioteca Nacional

 

A Catedral de Notre Dame possui características Renascentista e Barroca e representa muito bem os estilos do período em que foi construída – entre 1613 e 1621.

Esta catedral foi originalmente construída para servir como igreja do colégio jesuíta que se situava ao lado e onde atualmente está situada a Biblioteca Nacional.  

É possível entrar na igreja e visualizar seu interior, que é verdadeiramente impactante e imperdível!

 

Centro Histórico 

 

Após visitar a Catedral, siga para adentrar e explorar o Centro Histórico de Luxemburgo. Na saída, caminhe pela primeira direita, mais especificamente pela Rue de L’an. Athénée.

O centro histórico de Luxemburgo é repleto de lojas de grife e confeitarias charmosas, por isso vale a pena se perder olhando as vitrines e os doces expostos nas lojinhas, que são lindos e claro saborosos!

Perca-se pelas ruas, sem roteiro fixo, apreciando os detalhes e entrando em sintonia com o local. Depois, visite a Place D’Armes, que é uma praça cercada por cafés e restaurantes e certamente vale a visita!

Por lá, não deixe de conferir o Le Cercle Municipal, um lindo prédio que já foi utilizado para fins administrativo e político e hoje é sede para cerimônias e eventos diversos.  

No verão, esta praça é um ponto bastante popular para um cafezinho despretencioso, para aproveitar dias de sol e até mesmo sedia concertos musicais de artistas independente.

Já no inverno, um dos mesrcados de natal mais charmosos da Europa toma espaço na praça, com direito a coral de crianças e de adultos cantando musicas natalinas e produtinhos maravilhosos a venda.

Caso esteja visitando Luxemburgo nesta época, ao pedir qualquer bebida (seja café, chá, cerveja típica, etc), você deve pagar uma caução a mais pelo copo. Não se assuste, pois ao devolver o copo você terá sua quantia reembolsada (1 ou 2 euros), ou se quiser ficar com o copo pode levar para casa tendo pago este valor simbólico.

As canecas e copos são tão lindos que vai querer levar todos para a casa, como foi o nosso caso. Optamos por um e trouxemos este irresistível souvenir de Luxemburgo.

Após a Place d’Armes, vá passeando pelas ruas até chegar a Place Guillaume II, onde no inverno ocorre outro mercadinho de natal e também há uma pista de patinação que cobra não mais de 10 euros por hora.

Já nos meses de primavera/verão, a praça fica cercada de mercadinhos de flores e artesanatos também. Uma maravilha!

Ainda neste contexto, observe o lindíssimo prédio Hotel de Ville, onde fica a Prefeitura de Luxemburgo

Após isso, é só atravessar a rua e se dirigir ao Palácio do Grão Ducado (nº1 no mapa) pela Rue de la Reine, é um prédio lindo e tem guardinhas oficiais na frente, como em qualquer outro lugar.  Ao lado do Palácio está outro prédio tão importante e bonito quanto o próprio: a Câmara de Deputados (antigo Parlamento).  Na Câmara dos Deputados pode observar as três colunas nas extremidades do prédio com três anjos, simbolizando o poder legislativo, que é administrado pelo Grã-duque ou Grã-Duquesa em conjunto com a câmara dos deputados.

A arquitetura desses dois prédio são incríveis e vale a pena admirar um pouco mais que uma rápida passagem. Sabe da onde pode fazer isso?  Chocolate House. Aproveite para admirar o palácio sentada do lado de fora, tomando o famoso chocolate quente na Chocolate House.

Você provavelmente vai querer voltar para tomar outro, então já aproveite essa primeira parada. Na Chocolate House você vai encontrar salgados, tortas maravilhosas e doces deliciosos. Fica a sua escolha o seu pedido! O que não pode deixar de provar é o famoso Hot Chocolate Spoon. 

Poderia ser mais um chocolate quente comum, mas a dona do local (Nathalie Boon) inovou criando uma experiência incrível: você entra na Chocolate House e vai se deparar com uma parede inteira de diversos sabores de chocolate, e você escolhe o(s) sabor(es) que deseja (Não será uma tarefa fácil!!!). O chocolate é em formato de colher (por isso o nome) e você que insere na sua caneca de leite quente! Custa 4 euros o chocolate quente (e as tortas e outros doces têm valores diferentes) e é uma experiência local imperdível!

Na própria Chocolate House você poderá encontrar chocolates em formatos variados para dar de presente a alguém em preços razoáveis. Afinal, quem não gostaria de receber um chocolate? 🙂

Dica: Na época que fomos, em dezembro, estava tendo um evento de luzes mostrando a história de Luxemburgo utilizando o Palácio como plano de fundo. Foi uma linda experiência e maravilhoso para conhecer um pouco mais da história política do local.

 

Place Clarefountane

 

Após a visita ao Palácio do Grão Ducado, siga pela Rue du Marcé-aux-Herbes e vire a esquerda na Rue de L’eau e estará na Place Clarefountane.

Da praça você terá visão da Catedral de Notre Dame e de alguns Ministérios ( Ministère d’État e Ministère des Affaires Étrangères).

No meio da praça existe uma escultura em homenagem a Grã-duquesa Charlotte (1896-1985), uma figura política muito venerada pela população.

Ela participou de momentos importantes da história do país, como a votação do referendo da nova constituição no ano de 1919, em que aproximadamente 80% do povo elegeu a continuação da monarquia grã-ducal, com significativas restrições, e a eleição de Charlotte como Chefe de estado.

Além disso, Charlotte, em seu exílio no período da Segunda Guerra Mundial, teve um papel importante, sendo símbolo de unidade nacional durante o período de ocupação da Alemanha.

Cité Judiciare


 

Visto toda essa parte do Centro Histórico, vamos nos encaminhando para a Varanda de Corniche. No entanto, um ponto de parada obrigatório antes é a Cité Judiciare. Sim, o lugar é cercado de prédios públicos e pode até se bater com o primeiro ministro passeando por lá (dizem que é muito comum). Mas na verdade o encanto da Cité Judiciare não está apenas na arquitetura dos prédios, e sim na vista proporcionada.

De lá, terá uma linda vista para o viaduto que atravessa a cidade e uma prévia da vista de Corniche.


 

Corniche


 

Visto isso, desça pela rua Chermin de la Corniche. De lá verá dos milhares de ângulos do que dizem ser A VARANDA MAIS BONITA DO MUNDO. É realmente espetacular!

Aproveite para se perder nas diversas ruas e tirar fotos dos diversos ângulos que esse passeio vai te proporcionar. Além da vista maravilhosa, uma coisa me intrigou completamente: a proximidade das casas de onde as pessoas passam, você olha pela janela e praticamente está dentro da casa da pessoa!

No final dessa rua, chegará nas Casamatas Bock, e terá uma vista de cima da Niëmenster. 

A abadia de Niëmenster (o prédio da ponta mais alta que você enxerga) já foi destruída por um incêndio e restaurada desde sua construção, em 1606. Já foi utilizada como prisão duas vezes em sua história e atualmente é um local de encontro e um centro cultural, que exibe concertos, exposições artísticas, etc.


 

Casamata Bock


 

A Casamata Bock é considerada um Patrimônio da Unesco. A história da casamata é longa e se inicia em 963 quando o Conde, dono das terras, buscou construir um ponto de defesa escolhendo o local entre as falésias rochosas, formando uma fortificação natural.

No entanto, os primeiros túneis só foram construídos durante a dominação espanhola em 1644, eram 23 quilômetros de longos túneis subterrâneos que chegavam a 40 metros de profundidade e tinham instalações habitacionais como cozinhas, oficinas, padarias, e etc.

Esse locais serviam como passagem e defesa. Em 1867, após declaração de neutralidade, a fortificação foi parcialmente destruída, sobrando apenas 17 quilômetros. Só para se ter ideia da história do local, na Segunda Guerra Mundial, a casamata foi utilizada como abrigo de aproximadamente 35 mil pessoas. Esse ponto de defesa conferiu a Luxemburgo o título de Gibraltar do Norte.

As casamatas estão abertas ao público e a entrada custa 6 euros para adultos, 5 euros para estudantes ou grupos e 3 euros para crianças. É necessário conferir os dias e horários de visitação, já que elas costumam fechar durante o inverno.

Em 2017 o período de visitação já está publicado:

Entre 18 de Fevereiro até 31 de Março e entre 1 de Outubro até 5 de Novembro: aberto diariamente das 10 am ás 5:30 pm (última entrada ás 5 pm)

Entre 1 de Abril até 30 de Setembro: aberto diariamente das 10 am até 08:30 pm (última entrada às 8 pm)

Apesar de não termos tido essa experiência por conta do período que fomos (em Dezembro), não deixe de visitar! Parece ser incrível! Na bilheteria eles entregam um mapa e você pode ir seguindo o caminho, onde encontrará vistas incríveis, antigos instrumentos utilizados nas guerras, entre outras.

Obs: Observe o mapa com cuidado! Existem locais de pouca luminosidade e de percurso bem estreito. Se não se sente confortável com isso, é ideal não passear por esses locais. A parte do percurso representada pela letra G é um percurso de ida-volta e o mais escuro e fechado.


 

Grund


 

Caso tenha tempo após todo esse passeio por Corniche e pela Casamata, desça para conhecer o Niëmenster e o Museu da História Natural, e se perder na ruas do Grund. É um bairro com arquitetura bem típica, ruas pequenas e muito verde ao redor, sendo popular pela sua vida noturna e seus diversos restaurantes. Podemos dizer que é uma pequena Amsterdã.

O bairro ainda abriga dois famosos restaurantes: Mosconi, restaurante premiado especialista em pasta, e Kamakura, restaurante japonês. Para quem aprecia gastronomia de alto nível em viagens e não se importa de gastar alguns euros a mais, pode ser uma boa pedida.

Optamos por não descer pois já estava escurecendo (azar de quem viaja no inverno!), e voltamos para o centro para passear pelos mercadinhos de natal!

Caso opte por voltar para o Centro, não  deixe de passar para conhecer a Rue Large, onde tem a Igreja de St. Michel.


 

ROTEIRO DO 2º DIA EM LUXEMBURGO


 

Lembra que eu falei que dava para conhecer Luxemburgo em um dia? Pois é, o Centro Histórico pode ser facilmente percorrido em um dia. Mas Luxemburgo é muito mais que um centro histórico, e se tiver flexibilidade na sua viagem, vale a pena conhecer as outras atrações da cidade.

Se tiver dois dias em Luxemburgo, terá que fazer uma decisão muito difícil: continuar o dia inteiro na cidade de Luxemburgo e conhecer pontos mais modernos ou partir para outra cidade próxima e conhecer belezas diferentes, como por exemplo o castelo feudal em Vianden.

Caso queira continuar na cidade, indicamos conhecer a parte moderna de Luxemburgo, que abriga uns dos prédios mais importantes da Europa: Corte de Justiça da União Européia, Parlamento Europeu e o Banco Europeu de Investimentos. Nesse mesmo local ainda é possível visitar o Centro de Convenções, a Filarmônica e o Museu de Arte Moderna Grand-duc Jean.

Nós, particularmente, nos sentimos contempladas apenas com a rápida passagem do ônibus no sentido aeroporto-centro e centro-aeroporto. É possível visualizar, pela janela do ônibus, a modernidade dessa área de Luxemburgo e entender a importância política dessa cidade no cenário europeu. No entanto, se você é fascinado pela arquitetura moderna ou gosta de conhecer prédios importantes, vale a pena passear a pé por lá.

O que fazer em Luxemburgo

Por sinal, se você tiver 3 dias em Luxemburgo, separe dois para explorar a cidade e um para Vianden.

Por outro lado, caso opte por conhecer Vianden ou alguma outra cidade no interior, terá que se dirigir a Estação Central de trem (Gare Centrale), então o nosso roteiro será caminho. Só se atente para acordar um pouco mais cedo, sair do hotel às 08:00 é o indicado para aproveitar o roteiro do dia (que demandará 1 hora, no máximo) e o dia em Vianden também. 

Independente da sua escolha, sugerimos que no segundo dia conheça o outro lado da cidade de Luxemburgo, o lado após a Ponte Adolphe, chamado de Plateau Bourbon.

Inicie o dia passeando pelo Parc Ed Klein, que fica ao lado da Place Bruxelles. É um parque lindo, com muito verde e uma linda fonte de água. Vale a pena um rápido passeio.

Após isso, aproveite para atravessar a Ponte Adolphe, ela tem uma passagem para pedestres e é muito tranquila de atravessar! Chegando do outro lado vai dar de cara com o Plateau Bourbon.

O seu nome é devido ao Fort Bourbon, mais um ponto estratégico e importante para a defesa da cidade em período de guerra. Continue passeando pela Avenue de la Liberté, uma grande avenida com diversas lojas e cafés. Vá observando os lindos e tradicionais prédios por essa área e não deixe de passar na Igreja Sacré Coeur (na interseção com Rua Dicks).

Chegando na Gare Centrale (aproximadamente 20 minutos andando com muita calma), caberá a sua decisão de ir para Vianden ou seguir para a parte moderna. 

Caso opte por partir para parte moderna, pegue o ônibus da Gare Centrale (quase todos os ônibus passam por lá – linha 1,16,120,144, 194, 195, 1252). Confira se vai na direção de Kirchberg e se passa na Avenue John F. Kennedy.  Após o passeio pela parte moderna, pode aproveitar para conferir algo que deseja no Centro Histórico.

Caso opte pelo passeio em Vianden, não deixe de conferir o post completo clicando aqui!


 

Gostou das dicas? Planeje a sua viagem através dos links indicados e ajude o blog com uma pequena comissão. Obrigada 🙂


 

– Reserve já seu hotel com cancelamento grátis através do Booking.com

– O seguro viagem é item importante para a sua viagem, sendo obrigatório para os países da Europa. Faça já a sua pesquisa com a Real Seguros, compare as cotações dos melhores seguros e pague em até 6x sem juros. Não deixe de conferir também a cotação da Mondial Seguros e ganhe 15% de desconto comprando através do blog

– Já conhece o Airbnb? Cadastre-se aqui e ganhe R$ 100 de bônus no Airbnb para usar na primeira reserva – é grátis!

– Compre os ingressos com antecedência e evite filas. Confira todas as opções de ingressos, passeios e shows da Viator e também os descontos imperdíveis da Ticketbar

– Vai viajar de carro? Reserve já o carro para sua viagem com cancelamento gratuito através da Rental Cars, a melhor plataforma para comparação de preços entre as empresas de aluguel, com o melhor serviço de atendimento ao cliente

– Roteiros Personalizados: Se preferir, podemos planejar a sua viagem e elaborar um roteiro sob medida para você. Saiba mais clicando aqui e entre em contato através do email contato@omundoepequenoparamim.com.br

Arquivado em: Luxemburgo
 

Agradecemos muito se organizar a sua viagem com links abaixo (com descontos!), pois vai incentivar o blog com uma pequena comissão sem pagar nada a mais por isso. Obrigada desde já!

ㅤHOTEL: Reserve com tarifas diferenciadas com a Booking.com

ㅤAIRBNB: Cadastre-se e ganhe R$ 190 de bônus no Airbnbpara usar na primeira reserva - é totalmente grátis!

ㅤSEGURO VIAGEM: Pesquise com a Real Seguros e também com a Seguros Promo (5% com o código "OMUNDOEPEQUENO5"!)

ㅤINGRESSOS: Evite filas com ingressosda Get Your Guide ou com a Ticketbar

ㅤALUGUEL DE CARRO: Cote com a Rental Cars e também com a Rent Cars e conte com assistência em português

ㅤINTERNET: Chip internacional com a Viaje Conectado (15% de desconto com o código "omundoepequenoparamim") e também com a Easysim4u

ㅤPASSAGEM AÉREA: Passagens aérea com tarifas imperdíveis com a Passagens Promo

 

LEIA TAMBÉM...

Lara Nogueira

Sobre Lara Nogueira

No blog, Lara une a sua paixão por viajar com a de escrever. Seus relatos têm o objetivo de fazer os leitores viajarem (antes mesmo de sair de casa) através de um estilo único de narração que invoca os sentimentos e sentidos, combinada com dicas úteis e imagens dos destinos que visita.

Sua curiosidade e fascinação pelo novo fazem com que esteja sempre em busca de experiências únicas. Não é a toa que deixou a calorosa Bahia para chamar Estocolmo na Suécia de lar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SUPER


descontos

Reserve a sua viagem utilizando os nossos descontos exclusivos!
EU QUERO!